20/03/2018 09h46

Amambai: mãe de bebê que morreu afogado responderá pela morte do filho


Fonte: Redação

 
A Polícia Civil de Amambai vai indiciar a mãe do bebê A Polícia Civil de Amambai vai indiciar a mãe do bebê

Amambai (MS)-A amambaiense Raquel Silva Alvarenga, de 21 anos, mãe do bebê de 11 meses que morreu afogado no início do mês em Amambai, vai ser indiciada pela morte do filho.

De acordo com o delegado de Polícia Civil, Mikaill Alessandro Gouveia, a mãe teria deixado o pequeno Davi Emanuel aos cuidados dos dois irmãos, um de 7 anos e outro de 5 anos, para ir conversar com os vizinhos.

O bebê então engatinhou e acabou caindo dentro de uma poça d’água, formada pela retirada de terra para uma construção e pelas fortes chuvas que caíram em Amambai naqueles dias. O Corpo de Bombeiros foi acionado, mas Davi já estava sem vida. Mesmo com as tentativas dos militares em fazer a criança voltar a respirar, o menino chegou morto ao hospital.

Raquel já tinha sobre si acusações de maus-tratos contras os filhos, inclusive, contra o bebê de 11 meses, e por isso, será indiciada criminalmente por "maus-tratos com resultado morte", crime que prevê, em caso de condenação, a pena de 4 a 12 anos de prisão, acrescentada de mais um terço pelo fato da vítima ser menor de 14 anos.

Confira a matéria sobre o afogamento de Davi Emanuel aqui

Envie seu Comentário