20/03/2017 14h50

Ministério vai enviar informações à China sobre situação das carnes

Segundo ministro, Brasil dará todos os esclarecimentos aos chineses o mais rápido possível


Fonte: Portal Brasil

 
Fiscalizações serão aceleradas nos 21 frigoríficos citados na Operação
Foto: Divulgação Fiscalizações serão aceleradas nos 21 frigoríficos citados na Operação
Foto: Divulgação

O ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Blairo Maggi, terá uma videoconferência com autoridades chinesas para prestar esclarecimentos sobre a situação das carnes brasileiras.

Na manhã desta segunda-feira (20), o ministério confirmou que a China pediu ao governo brasileiro explicações sobre a Operação Carne Fraca, desencadeada pela Polícia Federal na última sexta-feira (17).

Segundo Blairo Maggi, o Brasil dará todos os esclarecimentos aos chineses o mais rápido possível. Até receber as informações, a China não desembarcará as carnes importadas do Brasil.

Até o momento, a China foi o único mercado a fazer comunicado oficial sobre o caso ao ministério.

O governo federal já informou que vai acelerar as auditorias nos 21 frigoríficos citados na Operação. Em reunião com embaixadores de países importadores neste domingo (19), o presidente da República, Michel Temer, fez um balanço das ações do Executivo e garantiu a qualidade e o rigor das inspeções dos produtos brasileiros.

Na sexta-feira, o ministério interditou três frigoríficos citados na investigação da Polícia Federal. Eles representam apenas uma pequena parcela da produção brasileira. No total, o País tem 4.837 unidades de produção animal.

Envie seu Comentário