17/04/2017 23h55

Campanha de vacinação contra a gripe começou nesta segunda em Amambai


Fonte: Assessoria da Prefeitura de Amambai

 
Crianças até 2 anos são as primeiras a receberem a vacina contra a gripe na campanha deste ano / Foto: Assessoria Crianças até 2 anos são as primeiras a receberem a vacina contra a gripe na campanha deste ano / Foto: Assessoria

Amambai (MS) - A Prefeitura de Amambai, através da Secretaria Municipal de Saúde, deu início nesta segunda-feira, dia 17, a campanha de imunização contra a gripe. O trabalho faz parte de uma estratégia traçada pelo Ministério da Saúde, que estima vacinar 54,2 milhões de pessoas em todo o país. Nesta semana serão vacinadas apenas as crianças de 6 meses a 2 anos de idade.

De acordo com a coordenadora do setor de imunização da Secretaria Municipal de Saúde, Leandra Henning, a vacinação em Amambai conforme a determinação do prefeito Dr. Bandeira, teve início nesta segunda-feira e está sendo oferecida nas 8 unidades básicas de saúde do município.

Ela informou que nesta semana de 17 a 20 de abril (dia 21 é feriado nacional) serão vacinadas as crianças de 6 meses a 2 anos e os profissionais da área da saúde; na semana seguinte, de 24 a 28 (segunda a sexta), serão vacinadas as gestantes, puérperas (mulheres no período pós-parto) e as crianças com idade de 2 a 5 anos incompletos.

Já na primeira semana do mês de maio, a partir do dia 2 (dia 1º é feriado do Dia do Trabalhador), serão vacinados os demais grupos formados pela população indígena, professores, presos e servidores do sistema penitenciário, jovens que cumprem medidas sócio-educativas, pessoas portadoras de comorbidades (doenças crônicas).

Já no dia 13 de maio, o município de Amambai participará da Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe (Dia D), que neste ano prevê a imunização 54,2 milhões de pessoas em todo o país, tendo como meta atingir 90% da população considerada de risco para complicações por gripe. A novidade da campanha deste ano é a inclusão dos professores das redes pública e privada, que agora foram incluídos entre os alvos prioritários da campanha.

O principal objetivo da campanha é reduzir as hospitalizações e a ocorrência de mortes relacionadas à influenza. Segundo o Ministério da Saúde, estudos demonstram que a vacinação pode reduzir entre 32% a 45% o número de internações por pneumonia e de 39% a 75% a mortalidade por complicações da gripe.

Envie seu Comentário