01/08/2011 17h28 - Atualizado em 01/08/2011 17h28

Artistas deixam prédio da Funarte em São Paulo e fazem protesto contra política cultural pelas ruas centrais da cidade

 

Elaine Patricia Cruz / Repórter da Agência Brasil

 

São Paulo – Cerca de 500 artistas participam neste momento de uma passeata coreografada pelo centro de São Paulo. Eles protestam contra a política cultural do governo federal. Os números foram divulgados pela organização do evento e também pela Polícia Militar de São Paulo.

O grupo, que saiu por volta das 15h30 da sede da Fundação Nacional de Artes (Funarte), em Campos Elíseos, onde estava acampado desde a segunda-feira (25), segue com destino provável ao Centro Cultural São Paulo, que fica na Rua Vergueiro, ou ao Itaú Cultural, que fica na Avenida Paulista. Os manifestantes não quiseram revelar o destino. O primeiro é um centro público de eventos culturais e o segundo é privado.

Com uma banda tocando músicas com letras próprias, em cima de um caminhão, eles criticam a política cultural passando pelas ruas centrais de São Paulo. Os manifestantes seguram tampas de privada que simbolizam, segundo eles, a privatização da cultura e fazem coreografias e performances. Também durante o trajeto, alguns manifestantes pintam frases, no asfalto e nas calçadas, em moldes vazados, com a frase: “Obrigado, voltaremos sempre”. Outra mensagem gravada nas ruas traz o endereço do manifesto na internet, que é www.culturaja.com.

Segundo os organizadores, a manifestação marca o fim da ocupação do prédio da Funarte, embora não encerre o movimento. Os novos rumos do movimento não foram divulgados.

Edição: Lana Cristina

Seja o primeiro a comentar!

Envie seu Comentário

Os comentários feitos no Amambai Notícias são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Amambai Notícias não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restam caracteres. * Obrigatório
 
 
 
 
 
 
Enquete