15/07/2017 10h36

Publicada a chamada pública para certificadores do exame


Fonte: Portal MEC

 
Foto: Divulgação Foto: Divulgação

Servidores públicos do Poder Executivo Federal e professores das redes públicas estadual e municipal poderão atuar no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2017 por meio da Rede Nacional de Certificadores (RNC). Os servidores vão certificar os processos de aplicação do exame, em 5 e 12 de novembro, e serão responsáveis por apresentar um relatório no aplicativo ou no sistema da RNC.

É a primeira vez que o trabalho é ampliado para os docentes, com o objetivo de levar a RNC para a totalidade dos locais de aplicação de provas do Enem. O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) publicou o edital de chamada pública nesta sexta-feira, 14.

Antes de realizar a inscrição, os interessados devem fazer um cadastro prévio no portal do Inep. O período de inscrição será das 10h do dia 17 de julho às 23h59min do dia 7 de agosto, no portal do Inep ou no aplicativo da RNC, disponível para download nas lojas Google Play, para Android, e App Store, para IOS.

Podem se inscrever servidores públicos do Poder Executivo Federal, desde que não estejam em gozo de licenças, afastamentos legais ou inativos, e os docentes das redes públicas estaduais e municipais, efetivos e devidamente registrados no Censo Escolar. A formação mínima exigida é o ensino médio. Os servidores também não podem estar, ou ter parentes de até terceiro grau, inscritos no Enem 2017.

Para atuar na RNC é indispensável ter smartphone ou tablet com acesso próprio à internet móvel, com especificações detalhadas no edital, e computador com internet para realização do curso de capacitação. Só serão aceitos na RNC aqueles que participarem e obtiverem aproveitamento mínimo no curso de capacitação a distância oferecido pelo Inep.

Remuneração – O certificador que for servidor público do Poder Executivo Federal será remunerado por meio de Gratificação por Encargo de Cursos e Concursos (GECC). O valor da remuneração da hora trabalhada pelo certificador será de R$ 26,50. O certificador que for docente da Rede Pública Estadual e Municipal será remunerado por meio de Auxílio Avaliação Educacional (AAE) e terá o valor de R$ 318, por dia, equiparando-se ao valor da hora do servidor público do executivo federal. A atuação é de 12 horas por dia.

Ao optar pelo seu município de atuação, independente da quantidade de opções de municípios, o certificador é responsável pelo seu deslocamento até o local e alimentação. O certificador que tiver participado em anos anteriores, e tiver interesse em compor a RNC no ano de 2017, deverá inscrever-se novamente, e realizar todos os procedimentos descritos no edital.

Envie seu Comentário