19/03/2017 08h00

10 dicas de português para passar em concursos públicos

Diogo Arrais, professor do Centro preparatório Jurídico (CPJUR), destaca a rotina ideal de um candidato para concursos públicos


Fonte: CPJUR

Com a suposta crise dos concursos públicos, alguns candidatos têm me procurado com os seguintes questionamentos: Que fazer agora? Como estudar?

Por mais que um ou outro concurso não seja autorizado pelo Governo, não há possibilidade de extinção dos processos seletivos. A questão é ficar antenado e preparar um calendário de estudos para o próximo ano.

Afastar-se de curso preparatório é um grande risco.

Na vida de um atleta profissional, por exemplo, é levada em consideração a seguinte estrutura: técnico, academia, equipamento de treino e competição, nutrição, patrocinadores, planilha de treino semanal, calendário de competições.

Somam-se a isso recuperação muscular, psicológica e o sono proveitoso. Geralmente, peço para que o concursando reflita sobre essa rotina de um atleta profissional e procure planejar um ano com bons resultados.

Com a carreira definida, é fundamental ter o seguinte (para o bom desempenho em Língua Portuguesa):

1º Acervo com cinco ou mais obras gramaticais voltadas a concursos públicos;

2º Obras com milhares de questões comentadas, das provas de concursos anteriores. Pode-se também organizar um HD externo com centenas de provas anteriores;

3º No mínimo, um bom dicionário impresso (novo, cheiroso, de edição atualizada);

4º Redigir semanalmente, no mínimo, três bons textos dissertativos-argumentativos, sobre temas de sua carreira. Exemplo: quem opta pela carreira policial deve redigir sobre temas da Segurança Pública, Sociologia e Atualidades.

5º Assistir a aulas presenciais e a distância, com professores-autores;

6º Aprimorar o conhecimento literário, cinematográfico, artístico. Para se compreender bem um texto de prova, é necessário ver o detalhe, e a Arte evolui qualquer mente;

7º Leia blogs de articulistas conhecidos;

8º Tenha acesso a podcasts jurídicos ou jornalísticos;

9º Procure usar as mídias sociais para espalhar conteúdo pautado por boas referências bibliográficas;

10º Dentro do possível, assista a palestras de candidatos aprovados. Espelhe-se em quem já passou pela vida de concursando.

Um concursando profissional assemelha-se muito ao atleta profissional; a seriedade, a disciplina são idênticas. Com bons técnicos e boa estrutura, o resultado é certo.

 
Diogo Arrais é professor de Língua Portuguesa do Centro Preparatório Jurídico (www.portalcpjur.com.br) e autor gramatical pela Editora Saraiva Diogo Arrais é professor de Língua Portuguesa do Centro Preparatório Jurídico (www.portalcpjur.com.br) e autor gramatical pela Editora Saraiva

Diogo Arrais é professor de Língua Portuguesa do Centro Preparatório Jurídico e autor gramatical pela Editora Saraiva

Sobre O CPJUR

Com foco no desenvolvimento de estudantes e profissionais de todo o Brasil que buscam capacitação e aprimoramento de conhecimentos na carreira jurídica publica ou privada, o Centro Preparatório Jurídico (CPJUR) promove cursos para o Exame da OAB, Concursos Públicos e Pós-graduação nas modalidades presencial, telepresencial e online. Com investimentos na qualidade de seu corpo docente, formado pelos principais juristas do Brasil; profissionais de atendimento com vasta e comprovada experiência no segmento; salas de aula com padrão de excelência e moderna tecnologia de transmissão, visa oferecer soluções inovadoras e adaptadas às necessidades de mercado, com a personalização e atualização constante exigida pelo ramo do Direito.

Envie seu Comentário