14/06/2018 07h50

Sargento da PM é fuzilado com 35 tiros na Capital


Fonte: Portal do MS

 
Foto: Divulgação Foto: Divulgação

O 1° sargento da Polícia Militar, Ilson Martins de Figueiredo, 62 anos, foi fuzilado com por pelo menos 35 tiros de fuzil AK 47, além de carabina 556. O crime aconteceu nesta manhã na Avenida Guaicurus, no Jardim Moema, em Campo Grande.

O policial conduzia um veículo Kia Sportage, de cor branca, quando foi interceptado pelos atiradores que fizeram os disparos. Ele perdeu o controle da direção e derrubou o muro de um comércio. Ilson morreu na hora. Ainda não há informação de quantos disparos o atingiu no total, mas há 35 marcas de balas na porta do motorista.

Segundo informações do site Campo Grande News, foram localizados 18 projéteis das duas armas utilizadas na execução, além de um carregador de calibre 556 e um extensor de coronha (equipamento para diminuir o impacto do fuzil).

Assembleia Legislativa

O policial ocupava o cargo de Gerente de Segurança e Polícia Legislativa da Assembleia há 4 anos. A Assembleia Legislativa decretou luto de 3 dias.

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado estadual Júnior Mochi (MDB), lamentou a morte do primeiro sargento da Polícia Militar.

Conforme Mochi, "Ilson exerceu muito bem o trabalho e de forma correta no período em que esteve como gerente de segurança". Ele disse não ter informações sobre a vida dele fora da assembleia. Segundo o parlamentar, os deputados devem apresentar nesta manhã uma moção de pesar durante a sessão.

Envie seu Comentário