04/12/2018 13h52

Escola responde a postagem feita em rede social sobre fogos de artifício


Fonte: Redação

 
Escola Dom Aquino se manifestou sobre o post / Foto: Moreira Produções Escola Dom Aquino se manifestou sobre o post / Foto: Moreira Produções

Amambai (MS)-Na manhã desta terça-feira (4), um post movimentou as redes sociais amambaienses, gerando muita discussão. Um médico veterinário do município reclamou de barulho de fogos de artifício estourados por alunos da Escola Estadual Dom Aquino Corrêa, durante a comemoração da aprovação no terceiro ano do ensino médio.

No post, o homem se dizia revoltado pelos alunos terem estourado os fogos próximos ao Hospital Regional de Amambai, causando transtornos aos pacientes. A postagem recebeu inúmeros comentários, onde os alunos eram chamados de vândalos, idiotas, entre outros adjetivos pejorativos, que incluíam inclusive, os familiares dos discentes.

A escola emitiu uma nota, também na rede social, explicando que os alunos não pediram autorização para a direção e que a gestão da escola não concorda com o ato, porém, afirmou saiu em defesa dos alunos, afirmando não aceitar que denigram a imagem da escola, familiares e alunos.

No início da tarde dessa terça (4), quando nossa reportagem procurou o post para contabilizar os comentários e alcance da publicação a fim de incrementar esta matéria, foi constatado que a publicação havia sido deletada.

O autor da publicação procurou a nossa reportagem para explicar o motivo de sua exclusão. Segundo ele, o espaço de comentários estava se tornando palco de brigas e ofensas e por isso, decidiu por tirá-la do ar.

Confira a nota emitida pela escola na íntegra:

Em nome da E.E. Dom Aquino Corrêa, preciso lamentar o episódio sobre os fogos de artifício: 1° Nossos alunos NÃO SÃO idiotas, mimados, ignorantes ou sem educação. 2° Os alunos do 3° ano do Ensino Médio sempre foram educados e responsáveis. Eles são jovens que, em um momento de alegria, infelizmente, resolveram comemorar de uma forma mais barulhenta, a conclusão de uma etapa de ensino. É importante enfatizar que não pediram autorização para a direção, coordenação ou professores. Isso não significa que são jovens vândalos. 3° Em nosso município sempre há comemorações políticas, esportivas, religiosas... que utilizam fogos de artifício em todos os bairros. Toda a comunidade escolar realmente não aprova comemorações que perturbem moradores, idosos, pacientes de hospitais e animais domésticos. Contudo também não aceitamos que denigram a imagem da escola, familiares e alunos.

A Direção

Sobre o caso, um outro usuário da redem social fez a seguinte postagem, citando um artigo de lei:

Já que excluirão minha publicação e me bloquearam tá aí, quem acha que adolescente pode sair soltando fogos na rua! Art. 244. Vender, fornecer ainda que gratuitamente ou entregar, de qualquer forma, a criança ou adolescente fogos de estampido ou de artifício, exceto aqueles que, pelo seu reduzido potencial, sejam incapazes de provocar qualquer dano físico em caso de utilização indevida: Pena - detenção de seis meses a dois anos, e multa. (sic)

A matéria foi atualizada às 13h16 desta quarta-feira (5) para acréscimo de informações

Envie seu Comentário