20/10/2018 10h30

Semed e Simted esclarecem dúvidas sobre eleição para gestores da Reme de Amambai


Fonte: Redação

 
Reunião com servidores do magistério ocorreu na sede do Simted / Foto: Moreira Produções Reunião com servidores do magistério ocorreu na sede do Simted / Foto: Moreira Produções

Amambai (MS)- Na manhã dessa quinta-feira (18), a direção do Sindicato Municipal dos Trabalhadores em Educação Básica (Simted), de Amambai, esteve reunida juntamente com uma equipe da Secretaria Municipal de Educação (Semed), com professores e servidores administrativos lotados nas três escolas indígenas da rede municipal. O objetivo do encontro foi sanar as dúvidas a respeito do processo para eleição de diretos das escolas municipais, que acontece em Amambai.

De acordo com o Simted, a primeira etapa do processo é uma avaliação de competências, que será realizada no dia 30 de novembro, na sede da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS). Inscrições para participar avaliação devem ser feitas através de uma ficha técnica disponibilizada na Semed até a próxima quarta-feira (24).

 
Presidente do Simted, professor Humberto Vilhalva / Foto: Moreira Produções Presidente do Simted, professor Humberto Vilhalva / Foto: Moreira Produções

"O objetivo da eleição (...) é fazer com que todo agente da educação municipal, faça parte desse processo democrático

— Humberto Vilhalva

"O objetivo da eleição é promover a gestão democrática nas nossas escolas e fazer com que todo agente da educação municipal, faça parte desse processo democrático", salientou o presidente do Simted, Humberto Vilhalva, durante o encontro com os professores.

Atualmente na rede municipal de educação, os diretores das instituições escolares são indicados pela administração municipal e no caso da comunidade indígena, pelo capitão de cada aldeia.

Quem pode concorrer?

De acordo com a resolução publicada no dia 8 de outubro, para se candidatar ao cargo de diretor(a), o profissional do magistério público municipal deverá preencher os seguintes requisitos:

  • Ter formação em nível superior de licenciatura plena, ou ter graduação em Pedagogia;
  • Ser efetivo na rede pública municipal;
  • Tenha cumprido pelo menos 50% do estágio probatório;
  • Tenha pelo menos dois anos de efetivo exercício do magistério;
  • Estar em efetivo exercício na Unidade Escolar há pelo menos seis meses, comprovado por meio de declaração do chefe imediato;
  • Não esteja em processo de aposentadoria;
  • Não esteja respondendo a processo administrativo disciplinar;
  • Não tenha restrições nos cartórios de protesto, SERASA e SPC;
  • Tenha sido aprovado em avaliação de competências, a ser aplicada para esse fim.
 
Silvana Lago Velozo falou sobre a importância da gestão democrática dentro de uma escola / Foto: Moreira Produções Silvana Lago Velozo falou sobre a importância da gestão democrática dentro de uma escola / Foto: Moreira Produções

Serão eleitores:

  • Profissionais da educação que compõem o quadro de lotação da Unidade Escolar;
  • Funcionários administrativos lotados na Unidade Escolar;
  • Os alunos regularmente matriculados a partir de 12 anos de idade;
  • O pai, a mãe ou o responsável legal por aluno, devidamente cadastrado. Vale ressaltar que somente um responsável por família, independentemente do número de filhos matriculados na unidade escolar.

Será garantido também o exercício do direito de voto ao servidor que, atendidos os demais requisitos da resolução, esteja de férias, licença-médica ou qualquer outra forma de suspensão da relação de trabalho, exceto os que estejam cumprindo suspensão disciplinar.

Comissão eleitoral

Para estar a frente do processo eleitoral foi escolhida uma comissão composta pelos seguintes nomes: Representando o Simted - Humberto Vilhalva e Rozana Fernandes Representando a Semed - Leonice Sesnick de Oliveira, Silvana Lago Velozo, Simone Cardoso de Oliveira, Zaira Maria da RosaVasconcelos e Zulete Cubilha Martins.

 
Durante encontro os servidores tiveram oportunidade de manifestar-se. Na foto o professor Daniel Vasques / Arquivo/Moreira Produções Durante encontro os servidores tiveram oportunidade de manifestar-se. Na foto o professor Daniel Vasques / Arquivo/Moreira Produções

A reunião

Depois de explicada a resolução que embasa a eleição, os professores puderam expressar sua opinião e sanar mais dúvidas que restaram. Um dos questionamentos levantados foi o do professor Daniel Vasquez, que afirmou estar insatisfeito com o processo eleitoral, já que segundo ele, o sindicato não procurou a comunidade indígena para ouvi-la.

O presidente do Simted explicou que o sindicato faz somente a ligação entre a categoria e a administração e não tem competência para entrar na aldeia e falar com a comunidade que ali reside.

 
Secretária municipal de Educação, professora Zita Centenaro / Foto: Moreira Produções Secretária municipal de Educação, professora Zita Centenaro / Foto: Moreira Produções

A secretária de educação, Zita Centenaro, que participou da reunião, comemorou o fato de agora a escolha dos gestores da educação municipal, com exceção dos Centros de Educação Infantil, serem escolhidos por meio de uma eleição direta, já que esta era uma luta antiga da categoria.

"A educação é algo muito sério, não digo que os atuais gestores não são competentes, eles vão ter todo o direito de se candidatar e continuar gerindo, se assim for da vontade da comunidade escolar (...)", salientou a secretária.

Veja fotos de como foi a reunião



comments powered by Disqus