14/05/2019 10h28

Fetems anuncia Greve Nacional dia 15 de maio: A manifestação é contra a Reforma da Previdência, cortes anunciados na Educação Básica e Superior e pela negociação salarial dos(as) Administrativos


Fonte: Fetems

 

A Fetems (Federação dos trabalhadores em Educação no Mato Grosso do Sul) e os 74 Simteds vão paralisar suas atividades amanhã, dia 15 de maio. De acordo com a Federação, a paralisação é um ato de desagravo contra as medidas que estão sendo adotadas pelo Governo Federal, contra a Reforma da Previdência e o indicativo de greve dos(as) administrativos a partir do dia 20/05 se não avançar as negociações com o governo: Incorporação do Abono; Reajuste Salarial; Chamada do Concurso; Manutenção das 6 horas e Valorização.

A direção da Fetems afirma que a proposta de Reforma da Previdência irá prejudicar a grande maioria da população brasileira. A Federação alerta, também, os(as) trabalhadores(as) da Educação sobre o corte de investimentos nas áreas da Pesquisa, Educação Básica e do Ensino Superior, anunciadas pelo Ministério da Educação.

O presidente da Fetems, Professor Jaime Teixeira, lembra aos trabalhadores(as) em Educação "que se a categoria não se mobilizar contra as medidas que estão sendo propostas e já executadas, os prejuízos serão catastróficos. A única saída para garantir nossos direitos e avançarmos na conquista de uma educação pública de qualidade é nos mantermos unidos e mobilizados".

Envie seu Comentário