Museu conta a história da Erva Mate na fronteira de MS

Museu conta a história da Erva Mate na Fronteira de MS

 
No museu da Erva Mate, várias réplicas do processo de exploração da Erva Mate No museu da Erva Mate, várias réplicas do processo de exploração da Erva Mate

Por incentivo do neto Paulo Benites, Seo Toté, fundador da Erva Mate Santo Antonio construiu museu da Erva Mate na cidade de Ponta Porã. Paulo Benites conta que seu avô José Benites Cárdenas possuía um grande acervo histórico com objetos e replicas que mostravam a exploração da erva mate e também sua industrialização. Como não havia museu na cidade, Seo Toté pediu ao Neto que guardasse os objetos num deposito que doassem caso um museu fosse construído na cidade. “Na hora incentivei meu avô a construir um museu para deixar de herança histórica para nossa região” comenta Paulo Benites.

Que lembra ainda do valor histórico que possui o Museu da Erva Mate Santo Antonio “O museu possui um acervo de 900 livros que já serviram de base para muitos estudantes, para pesquisadores, teses de mestrado. É importante lembrar que no museu não encontramos apenas materiais que nos conta a evolução da erva mate na região de fronteira, mas também registros históricos importantes, como a visita a Ponta Porã de Getulio Vargas na década de 40”, conta Paulo Benites que após o falecimento de Toté ficou como administrador do museu.

O curador do Museu, Domingos Jose de Oliveira conta que o museu foi um sonho realizado por seo Toté, pois o museu possibilita que outras gerações tenham conhecimento de um passado da exploração da erva mate e de sua industrialização ao longo dos tempos que marcaram época e que veio a surgir especificamente Ponta Porã e Pedro Juan Caballero.

A família Benites deixa um legado histórico para todas as gerações. A iniciativa de Paulo Benites inclusive mereceu páginas de vários jornais de Mato Grosso do Sul. Inclusive uma assinada pelo jornalista Fausto Brites, a reportagem entrou também para a história do Museu e hoje está afixada na parede como parte do acervo rico e diversificado que reflete a cultura e alça Ponta Porã ao posto de maior reduto da saga da Erva-Mate em terras fronteiriças. O museu já recebeu varias visitas ilustres como a do Governador Wilson Barbosa de Martins, Ministro Paulo Bernardo, candidato ao governo Zeca do PT, Governador Robert de Acevedo (Governador de Amambaí na época).

 
Ministro Paulo Bernardo ao lado de João Benites e Paulo Benites em uma visita ao museu da Erva Mate Ministro Paulo Bernardo ao lado de João Benites e Paulo Benites em uma visita ao museu da Erva Mate