07/03/2019 10h23

A Pesada conquista o Carnaval de Corumbá homenageando São Jorge, seu padroeiro


Fonte: Portal Ms

 
Comunidade da escola A Pesada comemora mais um título no carnaval corumbaense. Foto: Renê Márcio Carneiro
Comunidade da escola A Pesada comemora mais um título no carnaval corumbaense. Foto: Renê Márcio Carneiro

Com um desfile técnico e muita vibração na avenida General Rondon, a Escola de Samba A Pesada foi a campeã do Carnaval de Corumbá em 2019, com 179,6 pontos. Defendendo o enredo "São Jorge, o Santo Guerreiro da Fé", seu santo padroeiro, a escola levou a nota máxima na maioria dos quesitos, exceto em fantasia (9,8), enredo (9,9) e harmonia e evolução (9,9), com destaque para alegoria e bateria, que levantou o público.

O carnaval corumbaense termina sem incidentes, sendo considerado o mais seguro dos últimos anos, segundo avaliação da Polícia Militar e da Guarda Municipal. O esquema de segurança contou com 370 homens e mulheres, incluindo a segurança privada. Também foi considerado o melhor e mais animado Carnaval. O Governo do Estado apoiou a folia pantaneira, destinando R$ 700 mil para as escolas de samba, blocos e cordões.

A escola vice-campeã foi a Mocidade Independente da Nova Corumbá, que contabilizou 177,5 pontos com o enredo "Os 110 anos dos Divinos Santos do Brasil", numa referência à umbanda. As dez agremiações de Corumbá passaram a integrar grupo único e a disputa passou a ser equilibrada. A Estação Primeira do Pantanal saiu do extinto segundo grupo para conquistar o terceiro lugar, com 177,4 pontos. A escola empatou com a Caprichosos de Corumbá, porém, pelo regulamento as notas de bateria foram o critério de desempate. A Estação Primeira obteve duas notas 10, enquanto a Caprichosos obteve notas 9,7 e 9,8.

A apuração foi encerrada no início da noite dessa quarta-feira (6.3), com a seguinte classificação geral: 1°- A Pesada, 179,6 pontos; 2°- Mocidade Independente da Nova Corumbá, 177,5; 3°- Estação Primeira do Pantanal, 177,4; 4°- Caprichosos, 177,4; 5°- Marquês de Sapucaí, 177,1; 6°- Unidos da Vila Mamona, 177,1; 7°- Acadêmicos do Pantanal, 175,8; 8°- Império do Morro, 175,6; 9°- Imperatriz Corumbaense, 175; 10°- Unidos da Major Gama, 172,9 pontos.

Blocos e cordões

Entre os blocos, Vitória Régia e Clube dos Sem somaram 79,9 pontos e empataram em todos os outros quesitos. O primeiro faturou o título por meio de sorteio, último critério de desempate do regulamento. A terceira colocação ficou com o Flor de Abacate, que somou 79,3, e a quarta, com o Bola Preta, com 79,1 pontos. Com 78,7 pontos, Os Intocáveis conquistou a quinta colocação. Foram avaliados os quesitos melodia, evolução, bateria e harmonia.

O Vitória Régia foi o último a se apresentar no sábado (02/3) de carnaval. O campeão fechou o desfile dos blocos oficiais contando a história da Oficina de Dança, que é "cultura e tradição" em Corumbá. Os 11 blocos oficiais levaram cerca de 9,1 mil foliões à passarela do samba, com muita animação.

O Cravo Vermelho, fundado em 1944, foi o campeão do desfile dos cordões carnavalescos, os quais encerraram o carnaval, na terça-feira (5/3). A agremiação somou 155,5 pontos na avaliação dos 16 jurados. Foram avaliados os quesitos: adereços, fantasia, estandarte, porta estandarte, harmonia, tenoras, rainha e príncipe. Flor de Corumbá, com 154,5 pontos, ficou em segundo: Paraíso dos Foliões, em terceiro; e Cinelândia, em quarto.

Envie seu Comentário