05/03/2019 20h17

Cinco agremiações fecham desfile de 2019 das escolas de samba em Corumbá

De acordo com a organização do evento, a apuração será nessa quarta-feira (6), a partir das quatro horas da tarde.


Fonte: TV Morena/G1 MS

 
Acadêmicos do Pantanal abriu a noite com o enredo Luta e Glória de um Guerreiro Chamado Nelson. — Foto: Reprodução/TV Morena Acadêmicos do Pantanal abriu a noite com o enredo Luta e Glória de um Guerreiro Chamado Nelson. — Foto: Reprodução/TV Morena

O segundo dia do desfile das escolas de samba contagiou o público na noite dessa segunda-feira (5) em Corumbá, no Pantanal sul-mato-grossense. Cinco agremiações desfilaram na passarela do samba.

Segundo dia de desfiles em Corumbá tem rainha de bateria trans e enredos sobre o umbanda

A Acadêmicos do Pantanal abriu a noite com o enredo Luta e Glória de um Guerreiro Chamado Nelson. Segundo a diretoria da escola, Nelson é o nome "carinhoso" de Enilde Costa. Ele chegou com 1 ano de idade em Corumbá e conheceu o mundo servindo a Marinha do Brasil.

A segunda escola a dar continuidade no desfile na avenida do samba e que busca o bicampeonato, foi a Mocidade Independente da Nova Corumbá que homenageou os 110 anos dos Divino Santos do Brasil. A bateria Barcelona foi um dos destaques.

 
Mocidade Independente da Nova Corumbá, homenageou os 110 anos dos Divino Santos do Brasil. — Foto: Reprodução/TV Morena Mocidade Independente da Nova Corumbá, homenageou os 110 anos dos Divino Santos do Brasil. — Foto: Reprodução/TV Morena

Caprichosos de Corumbá foi a terceira a entrar na avenida Marechal Rondon. A agremiação trouxe o enredo "Albuquerque o Paraíso é Aqui". Nas alas, o destaque para os foliões da tradicional festa do Divino Espírito Santo.

 
Caprichosos de Corumbá foi a terceira a entrar na avenida Marechal Rondon. A agremiação trouxe o enredo Caprichosos de Corumbá foi a terceira a entrar na avenida Marechal Rondon. A agremiação trouxe o enredo "Albuquerque o paraíso é aqui". — Foto: Reprodução/TV Morena

No início da madrugada de terça- feira (5), a Vila Mamona foi a penúltima a entrar na avenida e homenageou o município de Ladário e mostrou a riqueza da fauna e flora da pérola do Pantanal.

 
Vila Mamona foi a penúltima a entrar na avenida e homenageou município de Ladário e mostrou a riqueza da fauna e flora da pérola do Pantanal. — Foto: Reprodução/TV Morena Vila Mamona foi a penúltima a entrar na avenida e homenageou município de Ladário e mostrou a riqueza da fauna e flora da pérola do Pantanal. — Foto: Reprodução/TV Morena

A última a desfilar na passarela do samba foi a Marquês de Sapucaí. A agremiação trouxe para a avenida as fases da lua, a influência dela aos índios, a lenda do lobisomem. A bateria da escola também reverenciou o primeiro homem que pisou na lua.

 
A última a desfilar na passarela do samba foi a Marquês de Sapucaí. A agremiação trouxe para a avenida as fases da lua, a influência dela aos índios, a lenda do lobisomem. A bateria da escola também reverenciou o primeiro homem que pisou na lua. A última a desfilar na passarela do samba foi a Marquês de Sapucaí. A agremiação trouxe para a avenida as fases da lua, a influência dela aos índios, a lenda do lobisomem. A bateria da escola também reverenciou o primeiro homem que pisou na lua.

Na primeira noite dos desfiles da escola de samba, no domingo (3), outras cinco agremiações passaram pela avenida do samba. Estação Primeira do Pantanal, Unidos da Major da Gama, a Pesada, Imperatriz Corumbaense e Império do Morro.

A apuração das escolas de samba de Corumbá para saber a grande campeã do carnaval 2019 está prevista para essa quarta-feira (6), a partir das 16h (horário de MS), na passarela do Samba na avenida General Rondon.