02/03/2019 09h05

Em busca do tetra, Império de Casa Verde leva Star Wars e cinema à avenida


Fonte: Uol

 
Foto: Diulgação Foto: Diulgação

Segunda escola a explorar o universo pop nos desfiles no Carnaval 2019 do Grupo Especial de São Paulo, a Império de Casa Verde entrou na avenida alvejando a sétima arte e o coração dos fãs geeks. O enredo "O Império Contra-Ataca" fez uma ode à saga "Star Wars" em seu título e homenageou os 124 anos do cinema.

Mais de 50 clássicos do cinema foram lembrados pela agremiação, que contou com cinco carros alegóricos, 23 alas e 2.600 componentes, em um desfile teatralizado e com várias referências e coreografias. Também saltou aos olhos o brilho de alegorias grandiosas da escola, que busca o tetracampeonato.

Chuva

A chuva começou a cair durante a abertura do Carnaval, com a Colorado do Brás, e apertou quando a Império de Casa Verde entrou na avenida. Diferentemente do que ocorreu no Rio nos desfiles do Grupo de Acesso, a água não chegou a atrasar ou prejudicar o andamento do desfile da Império.

Ala Plus Charme Como novidade, a escola apresentou uma ala formada por passistas plus size, que mostraram que os padrões de beleza podem e devem ser revistos, inclusive pelo Carnaval. A escola abriu inscrições, e a iniciativa deu tão certo que tem até fila de espera para o desfile de 2020, que trará uma nova ala do gênero.

Aos mestres com carinho

A comissão de frente da escola homenageou os irmãos Auguste e Louis Lumière, considerados os pais do cinema. Eles vieram acompanhados de um carro híbrido, uma mistura de câmera clássica com um trem, referência "A Chegada do Trem na Estação", um dos primeiros filmes dos irmãos que teve imagens projetadas em um telão na alegoria

Nave do Cinema

O carro abre-alas da Casa Verde impressionou com seus 80 metros de comprimento e 16,5 metros de largura, o maior já montado pela escola, que conhecida pela grandiosidade. Atrás do tigre gigante, símbolo da agremiação que apareceu em versão branca, uma espécie de "nave do cinema" reproduziu um cinema em art-deco, com direito a telão.

Cosplays

Nesse mesmo carro, 50 integrantes se fantasiaram de personagens clássicos do cinema e da cultura pop. Homem-Aranha, Batman, Hulk, Harry Potter, a Anna de "Frozen", a trupe de Power Rangers. Outros resgataram Jack e Rose, de "Titanic", e os veículos de "Star Wars" em "O Império Contra-Ataca", alegoria que demorou cinco meses paser confeccionada. Darth Vader, por sinal, vestiu vários integrantes e ritmistas.

No limite

A escola fechou o desfile no limite do tempo regulamentar e levou vários de seus componentes desesperados na área de dispersão. Um deles era o apresentador Lucas Santos, que chegou a desmaiar e, em prantos, gritava "minha escola não merece isso", mesmo após o término do desfile. Ele chegou a beijar o asfalto molhado pela chuva que caiu sobre o Anhembi e justificou o nervosismo: "Sabe o que é isso? É amor". Enquanto a Casa Verde desfilou, o Anhembi ganhou ar de Comic-Con com uma profusão de cosplays.

Envie seu Comentário