05/03/2019 20h36

Escolas de samba desfilam na primeira noite de apresentações do Grupo Único

Passaram pela Avenida a Unidos do Aero Rancho, Cinderela Tradição do José Abração e Unidos do São Francisco


Fonte: Bruna Vasconcelos/Midiamax

 

A primeira noite de apresentações das Escolas de Samba do Grupo Único, nesta segunda-feira (4), reuniu milhares de pessoas de todas as idades na Praça do Papa, em Campo Grande. Com arquibancadas cheias, os foliões puderam curtir com segurança e prestigiar o desfile de quatro agremiações.

A Licenca (Liga das Entidades Carnavalescas de Campo Grande) excluiu o Grupo de Acesso e todas as oito Escolas deverão desfilar com o mesmo peso em um Grupo Único. Quem receber a menor pontuação dos jurados neste ano, terá uma redução de 30% no valor das verbas repassadas pela Liga.

A festa começou com alguns minutos de atraso sem a participação do Bloco Convidado como estava previsto no calendário oficial. A associação Herdeiros do Samba foi a primeira a entrar na Avenida com o samba-enredo "Amai-vos uns aos outros". A agremiação é composta por crianças e, por isso, fica de fora da competição.

Em seguida, com o samba-enredo "a Bahia é aqui meu rei, muitas festanças e axé", a Unidos do Aero Rancho levou os foliões para uma viagem entre a cultura gastronômica e cultural de um dos Estados mais queridos da região Nordeste. A comissão de frente, ensaiada por atores com a coordenação de Tero Queiroz, representavam o nascimento de Ogum. Outro ponto alto da apresentação foi a passagem do carro alegórico em forma de trio elétrico com a cantora Carmen Miranda.

A Cinderela Tradição do José Abrão homenageou seu fundador, falecido em 2017, com o samba-enredo "Menino rei, cresceu rei menino! Saudações, Gilberto Corrêa". O desfile emocionou todos os componentes que cantavam em uma só voz. A garra veio da data: o homenageado sofreu um enfarto, também em 4 de março, alguns dias após o Carnaval. A Escola contou as paixões de Gilberto desde a infância, quando sonhava em ser um mosqueteiro, até o amor pelo futebol representado pro uma ala totalmente corintiana.

A Unidos do São Francisco encerrou a primeira noite de desfiles alertando sobre o problema do desmatamento. A escola levou para a Avenida as belezas de Mato Grosso do Sul representadas pelas araras azuis na comissão de frente. As alas serviram para criticar as queimadas e outros temas da questão ambiental como desflorestamento.

O segundo dia de folia, na terça-feira (5), será marcado pela Unidos do Cruzeiro, das 20h às 21h; Catedráticos do Samba, das 21h30 às 22h30; Deixa Falar, das 23h à meia-noite; Igrejinha, da 0h30 à 1h30; e Unidos da Vila Carvalho, das 02h à 3h.

A apuração dos pontos ficou marcada para a quarta-feira de cinzas, na Arena do Horto Florestal, a partir das 17h. A premiação das escolas campeãs será na sexta-feira (8), às 19h30, em local ainda a ser definido pela Liga.

Envie seu Comentário