14/11/2016 10h51

Crônicas de uma Alma Solta

Quem tem cachorro entende


Fonte: Redação

 

Desde que nasci sempre houve pelo menos um cachorro em casa. Para proteção e também para ocupar a gente. Cachorro é um ser interessante. Ele sente o que a gente sente e manifesta isso de forma intensa. Eu hoje tenho dois, Pingo e Prince, ambos vira-latas.

Em dias de tristeza, eles ficam mais quietos, pedem colo, deitam sempre perto de mim, não brincam muito, ficam melancólicos.

E dia de alegria, eles fazem festa o dia todo.

Oferecem amor e não cobram nada por isso.

Pensando nisto, listo as vantagens do convívio com animais:

  1. Relaxa: conviver com um bicho por meia hora ao dia libera ocitocina, uma espécie de calmante natural produzido pelo corpo, além de elevar nosso bem-estar.

  2. Afasta o estresse e a depressão: quando você brinca com seu animal de estimação, o organismo diminui a produção de cortisol, o hormônio do estresse, e aumenta os níveis de serotonina, neurotransmissor ativo contra a depressão.

  3. Reforça as defesas do corpo: muita gente doa seus bichos de estimação quando vai ter filhos porque tem medo de que o filho fique alérgico. Só que pesquisas mostram que crianças criadas em lares com cães ou gatos cortam pela metade as chances de desenvolver reações alérgicas a fungos e poeira. A explicação é que, dessa forma, a molecada fica mais exposta a substâncias que causam alergia, turbinando naturalmente as defesas do organismo.

  4. Reduz gripes e dores de cabeça: donos de animais de estimação são mais resistentes a problemas simples de saúde, como gripes, dores de cabeça e de estômago.

  5. Previne doenças virais e bacterianas: acariciar um cão ou gato eleva os níveis de imunoglobulina A, um anticorpo presente nas mucosas que evita a proliferação de vários tipos de vírus e bactérias.

  6. Faz bem ao coração: estudos mostram que conviver com um bicho de estimação contribui significamente para a sobrevivência de pacientes que sofreram infarto.

  7. Ajuda a manter a boa forma: quem duvida que a duração das caminhadas é maior quando se está acompanhado de um cão animado e hiperativo? Sem falar que levar o totó para passear é um ótimo motivo para se exercitar.

Chegar em casa à noite, depois das aulas, quase sempre cansado, e ser recebido com latidas, mordidas, lambidas e as patas sujando a calça não tem preço. É sentir-se amado ao extremo!

Sugiro que quem não fez isso ainda, experimente. Mas seja consciente. Cachorro não é descartável, é um ser que precisa de tempo, cuidado e de alguns gastos. Então, só adote um, e digo adotar porque amigos não se compra, se você puder mantê-lo.


O autor é filósofo e escreve semanalmente nesta coluna

Envie seu Comentário