17.2 C
Dourados
quarta-feira, 24 de julho de 2024

Promotor de Justiça de Amambai palestra sobre corrupção no Rotary

- Publicidade -

28/04/2015 21h23 – Atualizado em 30/04/2015 18h23

Corrupção é tema de palestra realizada por Promotor de Justiça de Amambai no Rotary Club

Fonte: Da Redação

O que você tem a ver com a corrupção? Este foi o tema de palestra apresentada pelo promotor da 2ª Promotoria de Justiça de Amambai, Luiz Eduardo de Souza Sant`Anna Pinheiro, em reunião do Rotary Club de Amambai.

A iniciativa do clube rotário, realizada na segunda-feira (27), durante reunião semanal, visa reforçar a conscientização sobre o combate à corrupção multiplicando as informações entre os rotarianos de Amambai.

O tema integra campanha promovida pelo Ministério Público e aborda a origem histórica da corrupção, sua presença no Brasil, a influência da corrupção na cultura de nosso país e as possíveis formas de controle social.

Em sua abordagem, Luiz Eduardo falou sobre o significado da palavra corrupção e seus focos, ponderando que o poder público é um dos canais onde ela se manifesta e que nas eleições a corrupção fica mais latente. Outros focos de corrupção são o trabalho, a escola e n sociedade em geral. Citou como exemplos de corrupção na sociedade, as ligações clandestinas de canais fechados de televisão e a direção de veículos por menores. “O cidadão deve ser um fiscalizador da moral pública e da moral privada”, disse o promotor.

Em sua opinião, o país está mudando no tange ao combate à corrupção. Nas eleições de 2012, falou Luiz Eduardo, cerca de 10 prefeitos foram cassados no Mato Grosso do Sul por conduta de corrupção eleitoral.

Destacou ainda, os efeitos da corrupção; todos resultando em perda de valores para o país. No caso Lalau, foram R$ 100 milhões desviados; caso Mensalão, R$ 170 milhões, e, no caso Petrolão, R$ 6,2 bilhões de desvio de recursos públicos.

Por fim, o promotor de Amambai enfatizou que a mudança deve partir da sociedade e que os valores morais precisam ser repassados na escola e na família. “O corruptor deve ser discriminado”, disse Luiz Eduardo. Educação, treinamento, fiscalização e pena para os corruptos devem ser os pilares na ação de combate à corrupção.

A campanha “O que você tem a ver com a corrupção?” busca justamente estimular a participação da sociedade no combate à corrupção e à impunidade.

Para o presidente do Rotary Club de Amambai, Walmir Ritter, a palestra contribui com o ideal – Dar de si antes de pensar em si. “O rotariano está a serviço da comunidade, a promoção da ética e da justiça é uma constante em Rotary (…) o tema corrupção, além de mais do que relevante nos dias atuais, deve ser refletido por todos”, falou Walmir.

O promotor da 2ª Promotoria de Justiça de Amambai, Luiz Eduardo de Souza Sant`Anna Pinheiro.

 “O corruptor deve ser discriminado”, disse Luiz Eduardo.

O presidente do Rotary Amambai, Walmir (D), e o promotor de Justiça, Luiz Eduardo.

- Publicidade -

Últimas Notícias

- Publicidade -

Últimas Notícias

- Publicidade-