36.4 C
Dourados
segunda-feira, 17 de janeiro de 2022

Alessandra Tavares evidencia talento amambaiense na Capital

- Publicidade -

01/10/2021 15h05

Atriz e diretora teatral Alessandra Tavares tem se tornado referência em todo Estado ao retratar em seus personagens, dilemas enfrentados por pessoas deixadas às margens da sociedade.

Fonte: Patrícia Dapper – Da Redação

Amambai (MS)- O talento da atriz amambaiense Alessandra Tavares tem sido evidenciado dia após dia também fora dos limites do município. Nessa quinta-feira (30), ela participou da abertura do Encontro de Gestores de Assistência Social do Mato Grosso, realizada na sede da Assomasul em Campo Grande.

Para o evento, que reuniu gestores de assistência social de todo o Estado, Alessandra levou o personagem Querô, inspirada na obra de Plínio Marcos. Trata-se, segundo a atriz, de uma menor abandonada que luta, a seu modo, para livrar-se de um destino de miséria e de injustiças impostas pela sociedade.

Constrói-se, então, o universo de um ser em busca de um pouco de afeto, de amor, de dignidade e por que não, de humanidade, no qual muitas histórias de dor, de sofrimento, apontam, livres de qualquer julgamento, as inúmeras facetas e potências do espírito humano.

“Neste monólogo, morte e vida, desespero e esperança, agressividade e delicadeza se tocam, comungam, caminham lado a lado, demonstrando que, por mais que a alma humana, uma e outra vez, tangencie um desses sentimentos, o ser humano é complexo, dono de desejos puros e espurcos, às vezes, incompreensíveis. Além do grito de angústia e de liberdade social que se eleva da personagem, há o grito íntimo, secreto, que identifica sua alma, numa anelante busca de si mesma.”, explicou Alessandra.

A partir dessa apresentação, gestores de assistência social de Bonito, Ladário e Costa Rica, que acompanhavam o evento, convidaram a atriz amambaiense para levar Querô até seus municípios.

Alessandra Tavares

Alessandra formou-se em 2007 pela Actor Scholl Brazil – Teatro, Cinema e Televisão, em São Paulo e voltou para Amambai em 2010, mas desde muito pequena sonhava em ter uma profissão que fizesse com que ela fosse várias pessoas aos mesmo tempo.

Em quase 15 anos de carreira, Alessandra viveu mais de 25 personagens e ajudou a construir mais de 200. Só aqui em Amambai, ela viveu Moça, Fidelidade, Lídia Louca, Donzela, Índia Mendiga, Cerejinha, Dona Juju e agora, Querô.

Hoje, Alessandra Tavares trabalha junto da Secretaria Municipal de Desporto e Cultura (Sedesc) e desde 2013 atua como diretora geral de peças do município que participam do Festival Estudantil Temático para Trânsito (Fetran) desenvolvido pela Polícia Rodoviária Federal (PRF).

Ela ainda é líder do projeto Amambai em Cena e através da Prefeitura de Amambai, promove oficinas de teatro e festivais de teatro no município.

Foto: Bruno Benites
Foto: Divulgação
- Publicidade -

Últimas Notícias

- Publicidade -

Últimas Notícias

Torta Oreo, por Panelaterapia

- Publicidade-