12.6 C
Dourados
segunda-feira, 23 de maio de 2022

Coronel David quer comissão de estudo e faz pedidos pela Segurança Pública

- Publicidade -

Fonte: Fernanda Kintschner – Assessoria ALMS

O deputado Coronel David (PL) apresentou pedido ao Governo do Estado para a criação de uma Comissão de Estudo Mista, que analise a possibilidade de regras que permitam um quadro de aproveitamento de policiais militares adaptados. A indicação, feita em sessão desta quarta-feira (10), pretende dar a possibilidade da utilização de profissionais que, por exemplo, se aposentariam após ferimento em combate.

“Um exemplo é o último caso do policial do Bope que, em uma troca de tiros com bandidos de facções na fronteira, teve sua perna amputada após ser atingido por um tiro de fuzil. Uma pessoa que tem força, determinação e vai acabar encerrando sua carreira, sendo que tem ainda possibilidade ajudar sua instituição, com força de vontade e experiência profissional para o trabalho cotidiano de proteção da sociedade”, explicou o deputado.

Para o parlamentar, o estudo pode colaborar com que pessoas que tiveram suas carreiras “estagnadas, impedidas de progressão funcional, ou passando para inatividade, a atuarem em atividades-meio, aproveitando sua experiência de trabalho, seguindo carreira, mantendo seu direitos de ascensão profissional”.

O deputado ainda aproveitou a fala na tribuna para divulgar que em breve o Governo do Estado deve realizar novo curso de formação para escrivães aprovados no concurso público de 2017. “Ontem participei de reunião em que, finalmente, o Governo deu sinalização positiva para escrivães do certame de 2017, tão logo definida questões judiciais de processo que deve ser julgado até final do mês, para a realização do próximo curso. Os escrivães são primordiais nas delegacias, muitos consideram sendo a alma de uma delegacia. Me junto a todos remanescentes desse concurso, se tudo der certo em julho iniciar seu curso. Quero agradecer mais uma vez ao Governo de contemplar esses jovens para integrar e servir a população do estado”, comemorou Coronel David.

Ao final, o parlamentar comentou que outro assunto está em discussão com o Poder Executivo, quanto à escala de serviço dos militares e a exigência do mérito intelectual dos concursos internos da Policia Militar e Corpo de Bombeiros. “Essa regra foi discutida com as entidades de classe para que só fosse exigida fora aquele momento em que os militares que estejam no cumprimento dos interstícios para a formação dos cursos de ascensão profissional e pudessem ser contemplados de início. Infelizmente isso não ocorreu, porque no edital já pede esse mérito intelectual, no qual, com muita humildade, digo que vai de encontro à legislação existente e frustra a negociação dentro dessa Casa, para que pudéssemos melhorar a redação daquele projeto de reestruturação. Confiante de que vamos melhorar isso exponho e em breve voltamos a falar desse assunto”, finalizou.  

- Publicidade -

Últimas Notícias

- Publicidade -

Últimas Notícias

20 de maio – dia do Pedagogo

- Publicidade-