19.6 C
Dourados
quarta-feira, 29 de junho de 2022

Sobre o Fausto Mato Grosso !

- Publicidade -

Fonte: Almir Farias da Cunha. 01.06.22

Quem me conhece sabe, que eu prefiro homenagear as pessoas, que merecem o meu respeito, em vida. Mas, hoje, ao tomar conhecimento do falecimento do camarada Fausto Mato Grosso um breve filme passou pela minha cabeça. Comecei lembrando de uma conversa que tivemos há algum tempo atrás e de uma pergunta: “Fausto, você se lembra de uma vez que jantamos arroz com ovo, na cidade de Jardim?”. Kkkk Toda vez que eu me lembro desse episódio me dá água na boca e uma tremenda vontade de comer arroz com ovo. Lembro-me também de quando eu lhe pedi que intercedesse por mim, junto à Direção Estadual, do PCB – Partido Comunista Brasileiro, para que eu fosse um dos enviados à URSS, para o curso de formação política. Ele coçou o bigode, olhou pra mim e disse que ia pensar. Não rolou! Outra pessoa foi enviada à Moscou! Mas eu não fiquei com raiva dele por isso. Fiquei com raiva dele anos depois por ter defendido a mudança de nome do nosso velho e combativo Partidão, o PCB. Quando o Zeca do PT tornou-se governador do Mato Grosso do Sul, Fausto foi convidado a assumir a Secretaria de Planejamento e eu fui seu assessor. Tempos depois, quando eu comuniquei a ele que eu havia recebido um convite de trabalho em outro órgão, por uma remuneração melhor, temendo que ele me desse uma bronca, ele me surpreendeu dizendo: “Almir, a luta pelo pão eu respeito. Fique tranquilo!”. E por fim, quando eu fui agredido na minha honra, agredido física e psicologicamente, dentro da Câmara de Vereadores de Amambai de Amambai, ele foi o único político a me defender publicamente. Então, Fausto, marxista-leninista, camarada de trincheira pelo bem comum, obrigado por ter me dado a honra de compartilhar vários momentos da minha vida com você. Descanse em paz!

- Publicidade -

Últimas Notícias

- Publicidade -

Últimas Notícias

- Publicidade-