19.6 C
Dourados
quarta-feira, 29 de junho de 2022

Exemplo em sustentabilidade e descarbonização na produção, Mato Grosso do Sul sedia Agenda Verde do Agro

- Publicidade -

Fonte: Portal MS

Produção de carne orgânica sustentável, integração Lavoura-Pecuária Floresta (ILPF), programa de recuperação de solos e mananciais, crédito para FCO Verde, geração de energia limpa por meio de biogás na suinocultura, energia solar e de biomassa de cana e madeira. Estes são apenas alguns dos projetos que Mato Grosso do Sul vem executando desde 2016 na corrida pela certificação de Carbono Neutro até 2030.

Mato Grosso do Sul é exemplo de Estado visionário no quesito descarbonização, ao promover o desenvolvimento sustentável, com base na cooperação para o financiamento, incentivos, desoneração, capacitação, desenvolvimento, transferência e difusão de tecnologias e de processos.

Os programas criados pelo Governo do Estado por meio da Secretaria de Produção, Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico e Agricultura Familiar (Semagro) levaram o Estado a atrair a atenção das autoridades nacionais e ser reconhecido internacionalmente pela iniciativas.

O protagonismo das ações que promovem a sustentabilidade motivaram o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento – MAPA, por meio da Secretaria de Inovação, Desenvolvimento Sustentável e Irrigação – SDI a realizar hoje (06) um grande evento em prol da AGENDA CARBONO VERDE do Agro.

Algumas das principais lideranças políticas, empresariais e ambientais do Brasil estarão reunidas nesta segunda-feira, em Campo Grande, durante o Seminário de Iniciativas Descarbonizantes da Agropecuária Brasileira.
No Bioparque Pantanal, serão apresentadas e discutidas estratégias corporativas, projetos e cases produtivos, nos quais a sustentabilidade como motor para impulsionar os negócios verdes.

Gestores públicos, formadores de opinião, produtores rurais, técnicos de assistência técnica e extensão rural, profissionais liberais e sociedade civil organizada terão a oportunidade de conhecer as iniciativas que têm levado o setor agropecuário brasileiro a se destacar na Agenda de Carbono internacional.

Serão apresentados durante o dia os programas realizados por Mato Grosso do Sul na busca pela certificação de Carbono Neutro. “O Estado está na vanguarda com ações já efetivas para estimular as reduções voluntárias de emissões de gases de efeito estufa em cadeias e produtos agropecuários, por meio do uso de boas práticas agropecuárias”, afirmou o titular da secretaria de Produção, Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico e Agricultura Familiar (Semagro) Jaime Verruck.

Programa

O MAPA lançará, durante o evento, o Programa Nacional de Cadeias Agropecuárias Descarbonizantes, recém submetido à Consulta Pública, reforçando seu papel de facilitador para a introdução no mercado de determinada tecnologia ou serviço descarbonizante.

Outros pontos serão trazidos ao conhecimento do público, como a necessidade de métricas e indicadores que representem a realidade tropical, as oportunidades econômicas e estratégicas de uma agenda verde no setor agropecuário, e o esforço dos vários atores do setor para capturar valor nas externalidades positiva da descarbonização da agropecuária nacional.

“Trazer um evento deste porte durante a Semana Estadual do Meio Ambiente 2022, do Mato Grosso do Sul, reforça o reconhecimento das ações implementadas pelo Governo do Estado”, citou o secretário.

Ele lembrou ainda que durante o seminário serão abordados o Plano ABC+, maior Política Pública mundial de mitigação e adaptação às mudanças do clima: Produzir e Conservar é Possível!

Haverá transmissão em tempo real pelo canal do Imasul e do MAPA, no youtube.

Confira a programação completa aqui.

- Publicidade -

Últimas Notícias

- Publicidade -

Últimas Notícias

- Publicidade-