19.6 C
Dourados
quarta-feira, 29 de junho de 2022

MS Fronteiras reuniu gestoras em Amambai e discutiu políticas públicas para as mulheres fronteiriças

- Publicidade -

Além da gestora da CPPM de Amambai, Priscila Judice Lemes, e de outros municípios fronteiriços, o evento contou a participação da Subsecretária Estadual de Políticas Públicas para as Mulheres, Rosana Leal.

Fonte: Patrícia Dapper / Secom

A tarde dessa segunda-feira (20) e a manhã desta terça-feira (21) foram de muitas discussões e trocas de experiências em prol da elaboração de políticas públicas para as mulheres no Mato Grosso do Sul e, em especial, para as mulheres fronteiriças.

O evento foi promovido pelo grupo de trabalho MS Fronteiras, da Subsecretaria Estadual de Políticas Públicas para as Mulheres (SPPM) e reuniu representantes de vários municípios que abrangem a área de fronteira do Estado.

“Essa corrente do bem que se forma a partir da união dos municípios gera resultados efetivos na proteção e no empoderamento das nossas mulheres!”

— Priscila Judice Lemes

Durante o evento em Amambai, que contou com a participação da subsecretária de políticas públicas para as mulheres, Rosana Leal e também com representantes dos municípios de Coronel Sapucaia, Aral Moreira, Iguatemi, Bela Vista, Ponta Porã, Japorã e Porto Murtinho, além de Amambai, representada pela gestora da Coordenadoria de Políticas Públicas para as Mulheres (CPPM), a advogada Priscila Judice Lemes.

Para Priscila, eventos como esse são de grande importância para a sociedade de todo o Estado, tendo em vista que a partir dessas trocas, as políticas públicas voltadas ao público feminino são fortalecidas e difundidas. “Essa corrente do bem que se forma a partir da união dos municípios gera resultados efetivos na proteção e no empoderamento das nossas mulheres!”

“Amambai é um exemplo de trabalho em prol de políticas públicas para as mulheres!”

— Rosana Leal

Rosana, por sua vez, parabenizou Amambai por ser pioneira em inúmeras ações e projetos em prol da proteção da mulher, como por exemplo o Mulher Segura (PROMUSE) idealizado pela Polícia Militar local no ano de 2014 e que foi expandido para vários municípios do MS. Além disso, Amambai se destaca também ao ser o único município do MS Fronteiras que tem um projeto “Desconstruindo Masculinidades”, que nada mais é que um ciclo de palestras promovido pela PM e que são voltadas aos agressores.

“Amambai sempre foi pioneira em ações de proteção e valorização da mulher e é um exemplo de trabalho em prol de políticas públicas para as mulheres”, ponderou a subsecretária.

O encontro do MS Fronteiras em Amambai também fez questão de alavancar e ressaltar a autonomia econômica e social das mulheres, fazendo com que os municípios presentes explanassem as potencialidades de cada cidade no âmbito do empreendedorismo feminino, da capacitação e da empregabilidade de mulheres.

“A partir do empreendedorismo feminino e da liberdade financeira é que a mulher se sente mais segura, confiante e consegue força para romper com o ciclo da violência”

— Cida Farias

Por conta dessa abordagem, o secretário de Desenvolvimento Econômico, Roberto Racchtiune, o diretor de Empreendedorismo e Inovação, Emerson Paulo Rodrigues Santos e a responsável pela Casa do Trabalhador em Amambai, Solange Mariano dos Santos, marcaram presença no evento e comentaram a respeito das ações realizadas no município dentro dessa temática.

A vereadora Cida Farias, que ocupa o cargo de procuradora das mulheres na Câmara Municipal de Amambai também participou do evento e falou da importância da independência financeira para a quebra do ciclo da violência.

“A partir do empreendedorismo feminino e da liberdade financeira é que a mulher se sente mais segura, confiante e consegue força para romper com o ciclo da violência”, disse a vereadora.

O vice-prefeito de Amambai, Rodrigo Selhorst, esteve no evento e, com muita sensibilidade, descortinou o machismo presente na sociedade.

Nos dois dias do evento, a atriz e servidora pública Alessandra Tavares levou esquetes que falam sobre as mazelas enfrentadas pelas mulheres na sociedade. Querô e Geni foram as apresentações da artista.

Veja fotos:

- Publicidade -

Últimas Notícias

- Publicidade -

Últimas Notícias

- Publicidade-