22.1 C
Dourados
quinta-feira, 7 de dezembro de 2023

Governo de MS conclui operação de segurança integrada com SP, PR, SC e RS na fronteira

- Publicidade -

Com ações de segurança pública integradas entre o Mato Grosso do Sul e os estados de São Paulo, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul, o Governo do Estado encerra hoje (10) a 3ª Operação SULMaSSP. A operação contou com a participação de mais de 26,7 mil policiais, empenho de 9 mil viaturas e 14 aeronaves.

A edição realizada em Mato Grosso do Sul com objetivo de reprimir crimes transfronteiriços nos cinco estados teve início na segunda-feira (6), e até agora resultou na apreensão de mais de 47 toneladas de drogas, 332 armas de fogo e 3,3 mil veículos.

“Colocamos a segurança pública como prioridade, com investimento em equipamentos e inteligência. O Governo Federal também tem contribuído e com a atuação conjunta dos estados conseguimos garantir segurança para o País”, disse o governador Eduardo Riedel durante o encerramento da ação em Campo Grande.

O evento reuniu também a ministra Simone Tebet (Planejamento e Orçamento), além dos secretários Antonio Carlos Videira (Sejusp), Pedro Arlei Caravina (Segov), Eduardo Rocha (Casa Civil), e outras autoridades dos estados que participaram da operação.

3ª Operação SULMaSSP- MS Foto Saul Schramm
3ª Operação SULMaSSP- MS Foto Saul Schramm
3ª Operação SULMaSSP- MS Foto Saul Schramm
3ª Operação SULMaSSP- MS Foto Saul Schramm

“Segurança pública se faz com investimentos, que são realizados pelo Governo Federal, especialmente na região de fronteira. O efetivo está preparado, e temos um projeto integrado com os estados”, disse a ministra.

A ação reuniu as policias Militar (PM), Civil (PC), Rodoviária Federal (PRF), Federal (PF) e Corpo de Bombeiros (CBM) dos cinco estados, com atuação em todo o Mato Grosso do Sul. Também foram cumpridos 332 mandados de busca e apreensão, 1.197 pessoas foram presas e outras 5.999 indivíduos foram conduzidos para as delegacias.

O Corpo de Bombeiros realizou 1.833 ações de combate à incêndios e 6.509 vistorias. Pelas perícias dos estados integrantes do SULMaSSP foram feitas 244 coletas e mapeamento de material genético.

“Com a integração podemos responder muito mais, além das nossas divisas. Os estados promovem segurança pública para todo o Brasil, e para outros países e continentes, atuando para impedir ilícitos, o que reflete diretamente na redução de crimes transfronteiriços”, concluiu Videira.

3ª Operação SULMaSSP- MS Foto Saul Schramm
3ª Operação SULMaSSP- MS Foto Saul Schramm
3ª Operação SULMaSSP- MS Foto Saul Schramm
3ª Operação SULMaSSP- MS Foto Saul Schramm
3ª Operação SULMaSSP- MS Foto Saul Schramm
3ª Operação SULMaSSP- MS Foto Saul Schramm
3ª Operação SULMaSSP- MS Foto Saul Schramm
3ª Operação SULMaSSP- MS Foto Saul Schramm
3ª Operação SULMaSSP- MS Foto Saul Schramm

Ação

O SULMaSSP, que dá nome à operação, é um bloco que congrega os respectivos estados. A Operação é realizada em parceria com as Secretarias de Segurança Estaduais com objetivo de fortalecer ações conjuntas, permitindo a troca de dados e de conhecimentos relacionados à inteligência policial e aos interesses operacionais.

O bloco SULMaSSP, criado em março de 2023, atua de forma coordenada, para ampliar e fortalecer a repressão de crimes transfronteiriços e nas divisas estaduais, mediante uma efetiva integração operacional e de inteligência, com dois reflexos na desarticulação de organizações criminosas e no aprimoramento dos mecanismos de defesa social.

3ª Operação SULMaSSP- MS Foto Saul Schramm

Fonte: Natalia Yahn, Comunicação Governo de MS

- Publicidade -

Últimas Notícias

- Publicidade -

Últimas Notícias

- Publicidade-