40.1 C
Dourados
quinta-feira, 29 de fevereiro de 2024

Prosa & Política

- Publicidade -

Há menos de um ano das eleições municipais para prefeito, vice-prefeito e os 13 vereadores da municipalidade de Amambai, grupos políticos ciscam interesse em disputarem o pleito. Natural e salutar, desde que sejam boas as intenções; se bem que o inferno está cheio de bem intencionados.

A corrida por uma boa posição, inclui a substituição de direções partidárias, em busca de maior visibilidade, representatividade e melhor estrutura para a campanha política.

O Partido Liberal (PL) trocou a servidora pública Losane Moreira Cardinal pelo instrutor de tiros Robson Vargas no cargo de presidente, assim como o Partido Progressista (PP) escolheu o produtor rural Ronan Nunes da Silva para presidir a sigla no lugar do ex-vereador Maikel Ruiz. Ronan assume a presidência do partido na próxima sexta-feira, 8, às 18h30, no plenário da Câmara de Vereadores. Na ocasião será anunciado o nome do pré-candidato ao cargo de prefeito nas próximas eleições.

PMDB

Também o Partido Movimento Democrático Brasileiro (PMDB) dá seus passos na corrida eleitoral. O presidente municipal do partido, ex-prefeito Sérgio Barbosa, afirma que a sigla tem reunido os filiados e mantido reuniões com outras forças politicas do município.

PSDB

No Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB), o presidente da sigla no município, Dr. Bandeira, mantém silêncio sobre as pré-candidaturas dos vereadores tucanos Valter Brito e Janete Córdoba. A intenção do Brito de concorrer ao pleito está sendo chamuscada com a denuncia de ser dono de várias empresas, registradas em nome de laranjas, que participavam em licitações públicas.

PDT

Assim como Brito, o pré-candidato pelo Partido Democrático Trabalhista (PDT), vereador Geverson Vicentim, também está sendo alvo da investigação pela mesma razão – licitações tendenciosas ilícitas.

PDC

Correndo por fora do cenário político local, morando em Campo Grande, o ex-vereador Professor Ailton tem anunciado através de redes sociais seu interesse em participar do processo eleitoral concorrendo ao cargo de prefeito do município. Ailton substituiu o PSDB e filiou-se recentemente no Partido Democrata Cristão (PDC), com o aval do presidente estadual do partido, Edilso Jara.

PT

O Partido dos Trabalhadores (PT), com histórico político consolidado no município – tendo ocupado o poder executivo por um mandado, eleito um deputado estadual e hoje com dois representantes na Câmara de Amambai e no comando das secretarias de Assuntos Indígenas e de Meio Ambiente, deve seguir caminhando junto com o PSDB. 

Sempre bom lembrar…

…que o prefeito que assume tem o dever de cumprir atribuições previstas na Constituição Federal de 1988, definindo onde serão aplicados os recursos provenientes de impostos e demais verbas repassadas pelo estado e pela União.

…que a prerrogativa de priorizar a destinação dos recursos públicos num município do porte de Amambai, onde parte da população depende das ações e programas governamentais, deve provocar debates sobre o pensamento dos possíveis candidatos –  planos de governo, histórico do comportamento político social junto a comunidade e capacidade de manter relações institucionais com segmentos representativos da sociedade, entre outros temas.

Assuntos que estão na pauta do convencimento da população, que na urna será depositado o voto daquele com mais preparo para administrar o município.

Destaque

No início desta semana, o prefeito Dr. Bandeira recebeu a deputada federal Celia Xacriara. A parlamentar mineira esteve no município representando a ministra dos Povos Indígenas, Sonia Guajajara, na 11ª Grande Assembleia da Kuñangue Aty Guassu, realizada na aldeia Amambai.

Na ocasião, o prefeito citou os investimentos públicos realizados na comunidade – como também a criação da secretaria municipal de Assuntos Indígenas (Seind).

Por

José Luiz Nunes Moreira

DRT/RS 5759-21/100

Prosa & Política
- Publicidade -

Últimas Notícias

- Publicidade -

Últimas Notícias

- Publicidade-