23.7 C
Dourados
quinta-feira, 13 de junho de 2024

Prosa & Política

- Publicidade -

Eleição para prefeito em Amambai

Movimentações políticas visando angariar fôlego necessário para encarar o pleito eleitoral do próximo ano, foram intensas nos últimos 100 dias no seio das agremiações partidárias do Patrimônio União.

Troca de pessoas no comando de algumas siglas – afinando concepções ideológicas, junção de outras – buscando respaldo popular, entre outras ações, têm sido tarefas de personagens já conhecidos do eleitorado, como também provocado o surgimento de novatos interessados do processo.

Ilustrando: a junção dos Partidos PL e Novo, que exemplifica o afinamento das lideranças partidárias em defesa de valores conservadores e tradicionais, as defesas da liberdade do mercado e do poder limitado de intervenção do Estado, da ordem social hierárquica, muitas vezes expressando desconfiança em relação às instituições democráticas

As siglas citadas acima, consideradas no cenário politico filosófico como sendo de extrema direita, são lideradas no município pelo instrutor de tiros, Robson Vargas (PL) e pelo empresário José Luiz Karasek (NOVO). A união partidária tem como pré-candidato a prefeito o veterinário Cleir Jr. Vieira.

Centro-Direita

O pré-candidato Professor Ailton Salgado (PDC), até agora correndo solito no pleito, afirma aderência a visões apoiando-se na direita. “Estou no partido Democracia Cristã justamente por ser de centro-direita, onde nossos pensamentos estão permeados pela moderação”, ressalta Ailton.

Direita 1

Mesmo sendo filiada num partido de direita – Partido Progressista (PP) -, a pré-candidata, Simone Marssaro, discorda da polarização política, hoje em voga no cenário nacional. “Meu compromisso vai além de partidos políticos; é um compromisso com o bem-estar de cada cidadão. Estou determinada a trabalhar incansavelmente, para o benefício de todos, independentemente de suas afiliações partidárias”, se posiciona Simone.

Direita 2

Também filiada num partido considerado do espectro político de direita, Janete Córdoba (PSDB) – assim como os pré-candidatos Professor Ailton (PDC) e Simone Marssaro (PP) -, está peleando, mesmo desacompanhada de outras siglas, pela sua candidatura. Até então, somente o vereador Anilson Prego (PSDB) tem seguido suas andanças.

Bastidores da política amambaiense

Na coxia do palco da política dessa semana, corre solta a prosada intenção do atual prefeito e presidente municipal do PSDB, Dr. Bandeira, obviamente escoltado pelo seu grupo, do apoio a pré-candidatura do ex-prefeito Sergio Barbosa (PMDB) na busca de retornar ao cargo.

A novidade engrossou o caldo no molho das articulações políticas. Pela dimensão política, o engajamento do prefeito pode definir os rumos do pleito. O bafafá entre os analistas políticos de plantão está feito.

Mano a mano

Boato de consulta popular aponta que o ex-prefeito Sergio, mesmo não tendo anunciado, formal e oficialmente, intenção de candidatar-se, está no páreo, disputando mano a mano com a vereadora Janete, há tempo atuando como pré-candidata. Pelo andar da carroça, a campanha tem previsão de ser polarizada entre as duas personagens. 

Vale destacar que o pontapé inicial do atual alcaide na política foi dado nas eleições de 2012, quando foi eleito ao cargo de vice-prefeito na chapa encabeçada pelo Sérgio Barbosa. A partir daí, foi eleito e reeleito prefeito.

PT                    

O Partido dos Trabalhadores (PT), que ocupa o comado de duas secretarias municipais no governo municipal atual, tende a acompanhar o Bandeira no apoio. Bom lembrar o histórico político do ex-prefeito Sérgio Barbosa na aplicação de políticas públicas beneficiando segmentos sociais que mais precisam do apoio do Estado. Ações historicamente defendidas pelo partido.

Por

José Luiz Nunes Moreira

DRT/RS 5759-21/100

Prosa & Política
- Publicidade -

Últimas Notícias

- Publicidade -

Últimas Notícias

- Publicidade-