23.7 C
Dourados
quinta-feira, 13 de junho de 2024

Prosa & Política

- Publicidade -

Com o propósito de continuar informando a população do que pensam os pretendentes a ocuparem o principal cargo político do município – chefe do executivo – sobre assuntos inerentes a função no exercício do cargo, tais como, concepção política ideológica, programa de governo serão pautados nas entrevistas com os mesmos…

Direita e Esquerda

Conheça o posicionamento sobre o tema do pré-candidato a prefeito de Amambai, médico veterinário e empresário Cleir Vieira Martins Júnior (PL)

Em tempos de mais discussões políticas entre a população, os que anteriormente entendiam que siglas como PSDB e PT eram antagônicas em sua ideologia partidária e praticamente se revezavam no poder no pós Governo Militar, as pessoas com pensamentos mais à Direita, viam no partido tucano uma opção mais democrática e alinhada com o pensamento do Capitalismo.

Eu mesmo votei inúmeras vezes em candidatos tucanos e me decepcionei com o que, na verdade, podemos chamar de a Social Democracia, que mesmo não sendo tão ferrenha nas ideologias progressistas, de costumes e liberdade religiosa; vimos governos com cobranças altas de impostos, com alinhamentos de taxação da folha de pagamentos nas empresas e um certo incentivo ao sindicalismo moderado: ações essas defendidas pela esquerda no mundo.

E no PT, maior representante da esquerda no país, vimos todas essas questões muito inflamadas, com cada vez mais um modelo de governo inchado, ineficiente e descontrolado nos gastos públicos, gerando inflação, aumento da dívida pública, fortalecimentos de sindicatos de classes, uma divisão incentivada entre patrão e empregado, entre ricos e menos favorecidos, entre o produtor rural e os povos originários, sendo que o produtor rural é taxado pela esquerda como vilão do meio ambiente através de narrativas mentirosas, pois o agronegócio brasileiro, esse tão criticado pela esquerda e pelo pt, que é exemplo para o mundo, e que se não fosse tão atrapalhado, já teria ajudado muito mais o Brasil, e muitas deficiências já estariam sanadas em todos os setores da nossa sociedade, pela grande riqueza gerada por esse setor.

Incentivamos o agro, somos totalmente contra a desordem e invasões de propriedades privadas, somos contra o ativismo político na justiça, somos a favor do fortalecimento do capitalismo, totalmente a favor do livre mercado, sempre que possível, trabalharemos para diminuir impostos, fortalecimento do ensino fundamental e aumentos do número e da qualidade dos cursos profissionalizantes. Nos costumes, somos conservadores, defensores da família e da boa convivência, contra aborto e contra liberação das drogas.

Na nossa cidade, vimos nossos irmãos moradores das aldeias abandonados pelo poder público, que ora diz que os defende, mas o que temos visto é a falta de água nas torneiras das casas dessas pessoas, vimos um desincentivo ao seu desenvolvimento econômico.

Nossos irmãos moradores das aldeias de Amambai e de todo o planeta precisam ser definitivamente incentivados a se desenvolverem, poder plantar na sua terra, ter educação de excelência para seus filhos, serem incentivados em manter a cultura, mas participarem do progresso econômico, terem as mesmas oportunidades dos brasileiros das cidades e não condenados a miséria da maneira como se encontram hoje no Brasil.

Somos à Direita, somos os que viram no governo Bolsonaro um exemplo no combate à corrupção, avanços gigantescos na economia, pujança no Agronegócio, liberdade, digitalização de serviços públicos, pix, patriotismo e defesa da família.

Essa é a Direita de Amambai… esse é o meu trabalho… essa é a minha dedicação e ideologia de vida.

Manifesto do dia 8 janeiro recorda Diretas Já

No intervalo de 49 anos, grupo de militares do alto escalão hierárquico do exército brasileiro novamente deram demonstração de estar em fominhas pelo poder político da nação. Na primeira tentativa golpista, no ano de 1964, levaram a melhor, gostaram e ficaram 21 anos decidindo o que achavam que seria melhor para o país.

A partir de 1983, foi deflagrado o movimento de cunho popular Diretas Já, simbolizando a insatisfação do povo com a perseguição política e a ineficiência política econômica do governo militar. Em 1983, a inflação anual  chegava a 211%,  a dívida externa comprometia boa parte das riquezas brasileiras e a crise do petróleo afastava investidores.

Depois da ressaca de quase quatro décadas, com a eleição do capitão Jair Bolsonaro para o cargo de presidente, durante os quatro anos de mandato, militares do alto escalão abrangeram o comando dos principais cargos federais. Fato que atiçou a lombriga de estrelados a se manterem no poder. Dessa vez, não levaram a melhor, que tentaram e tentaram; até minuta golpista foi encontrada.

Então, assim como no movimento das Diretas Já, os atos pró-democráticos ocorridos no dia 8 de janeiro deste ano, marcaram a luta pela garantia do Regime Democrático Brasileiro.

Desfiliação Partidária

Nas redes sociais, o pré-candidato a prefeito de Amambai, Professor Ailton Salgado, anunciou desligamento do quadro de filados do Partido da Democracia Cristã (PDC) por discordar da política financeira da sigla, que, ao que consta, exigiu dele uma contribuição monetária espontânea impraticável. Afirma que está mantendo reunião lideranças de outro partido.

Em contato com esta coluna, Ailton evitou anunciar a nova sigla. Porém, numa página no facebook, o Partido Rede Sustentabilidade publica ato de filiação do professor, ocorrida no dia 10 de janeiro de 2024.

Por

José Luiz Nunes Moreira

DRT/RS 5759-21/100

Novo é de Direita e não de Extrema Direita
- Publicidade -

Últimas Notícias

- Publicidade -

Últimas Notícias

- Publicidade-