27.2 C
Dourados
quinta-feira, 29 de fevereiro de 2024

Voucher Desenvolvedor: programa oferece curso técnico de TI a 400 estudantes e 140 profissionais

- Publicidade -

Qualificação profissional e acesso ao emprego. Com este objetivo o programa “Voucher Desenvolvedor” vai oferecer curso técnico de Tecnologia da Informação gratuito para 400 estudantes da Rede Estadual de Ensino e 140 profissionais que desejam atuar no setor.

“Compromisso que a gente tem com o desenvolvimento do Estado e a formação da nossa população, em especial aos alunos da Rede Estadual de Ensino. Identificamos esta demanda no mercado, que precisa de profissionais capacitados neste setor. Eles dispõem de uma renda mais elevada como desenvolvedores, programadores de software em geral, que é uma atividade importante no Estado”, afirmou o governador.

Riedel destacou que o programa do Governo do Estado vai aproximar os estudantes do ensino médio ao mercado de trabalho. “Hoje é um dia de celebrar, pois assim iremos preparar estudantes para ingressar no mercado, ter acesso ao emprego e gerar renda para sua família. Estamos aqui formando pessoas que farão a diferença na sociedade”.

Voucher Desenvolvedor: programa oferece curso técnico de TI a 400 estudantes e 140 profissionais
Governador discursa sobre Voucher Desenvolvedor

Desenvolvido pela Secretaria Executiva de Qualificação Profissional e Emprego da Semadesc (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento, Ciência, Tecnologia e Inovação), em parceria com a SED (Secretaria de Educação) e Fecomércio (Sistema da Federação de Comércio), o Voucher Desenvolvedor faz parte do programa “MS Qualifica”, que visa justamente capacitar profissionais para atender a demanda do mercado.

Voucher Desenvolvedor: programa oferece curso técnico de TI a 400 estudantes e 140 profissionais
Secretário Jaime Verruck durante evento

As inscrições ficaram abertas de 21 de novembro até 19 de janeiro. Cerca de 2.245 pessoas participam da seleção. A prova escrita será feita neste domingo (28) e as turmas devem começar em março. São 540 vagas, sendo 300 para Campo Grande, 90 Dourados, 90 Três Lagoas, 30 Corumbá e 30 Ponta Porã.

“Ficamos surpresos com este nível de demanda que tivemos. Estas 2,4 mil pessoas passam pelo processo seletivo, para definirmos o perfil adequado. Assim que os cursos começarem ficaremos atentos ao mercado, se tiver vagas disponíveis vamos dar sequência ao programa. Em março inicia (curso) com prazo de 16 meses, e acreditamos que em seis meses algumas pessoas já farão estágio”, disse o secretário da Semadesc, Jaime Verruck.

O valor do convênio com o Senac (Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial) será de R$ 2,6 milhões e o curso vai dispor de 17 turmas, com duração de 16 meses, dispondo de uma carga horária de 1.200 horas. Os estudantes da Rede Estadual precisam estar no mínimo no 2º ano do Ensino Médio. Eles vão se formar como técnicos em desenvolvimento de sistemas e software.

Voucher Desenvolvedor: programa oferece curso técnico de TI a 400 estudantes e 140 profissionais
Governador assina convênio com o Senac para realização dos cursos

Parceria e mercado

Voucher Desenvolvedor: programa oferece curso técnico de TI a 400 estudantes e 140 profissionais
Edison Araújo, presidente da Fecomércio-MS

Para desenvolver o programa, o Governo do Estado firmou nova parceria com a Fecomércio, por meio do Senac (Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial). “Celebrar mais esta parceria para o desenvolvimento do Estado, que ajuda a moldar a educação e atender as demandas do mercado, neste setor de tecnologia que está em pleno crescimento. O programa é uma grande iniciativa para sociedade”, afirmou Edison Araújo, presidente da Fecomércio.

Voucher Desenvolvedor: programa oferece curso técnico de TI a 400 estudantes e 140 profissionais
Secretário-executivo de Qualificação Profissional e Trabalho, Bruno Bastos

Representando as empresas de TI, o desenvolvedor de Software Jefferson Moreira também elogiou a iniciativa do Estado. “Este programa vai ajudar a transformar a realidade do Mato Grosso do Sul, que já tem uma mão de obra excelente no setor, mas que ainda é pouca. Serão 540 profissionais que vão se formar e estarão conectados com as empresas da área”.

O secretário-executivo de Qualificação Profissional e Trabalho, Bruno Bastos, adiantou que ao longo do curso serão disponibilizadas 50 bolsas de estágio para os alunos de destaque. “Eles já poderão começar a trabalhar na área. Assim a gente encurta o caminho para o mercado de trabalho, podendo começar este estágio já em outubro. Este é um setor em que o salário inicial já começa com R$ 3 a 4 mil por mês”.

Fonte: Leonardo Rocha, Comunicação do Governo de MS

- Publicidade -

Últimas Notícias

- Publicidade -

Últimas Notícias

- Publicidade-