21.4 C
Dourados
quinta-feira, 18 de abril de 2024

Bandeira sinaliza fidelidade ao seu partido nas eleições

- Publicidade -

Pré-candidatos comentam as guerras Ucrânia/Russa e Israel/Palestina. 

Confirmação e desistência de pré-candidaturas a prefeito de Amambai

Na semana passada, duas notícias devem influenciar a disputa eleitoral pela conquista do principal cargo político do município. Uma delas é a negativa do empresário Wesley Nogueira (Lelo) de disputar o pleito a prefeito. Depois de ciscar interesse no cargo, anunciando convite para filiação em duas siglas partidárias para concorrer a prefeito, Lelo informou à coluna que desta vez ainda não vai enfrentar as urnas, não descartando participação na próxima eleição.

A outra, há tempos já considerada nos bastidores políticos como certa, é a oficialização da pré-candidatura do ex-prefeito Sérgio Barbosa (MDB) anunciada no sábado (23), durante reunião promovida pelos partidos do Movimento Democrático Brasileiro (MDB) e Progressista (PP).

Lideranças das duas legendas propagam que a indicação dos nomes para concorrerem aos cargos de prefeito e vice está sacramentada e será escolhida entre as pré-candidaturas do MDB e PP, respectivamente, Sérgio Barbosa e Simone.

Se confirmado, apoio do prefeito Dr. Bandeira a pré-candidatura peessedebista vai chacoalhar o caldo na política amambaiense

Pré-candidata à prefeitura de Amambai pelo PSDB, a vereadora Janete Córdoba tem cumprido agendas com senadores, deputados federais e estaduais na busca de fortalecer sua intenção eleitoral, como também garantir governabilidade, caso vença as eleições no dia 6 de outubro.

Janete, na mira de conquistar o apoio do Dr. Bandeira 

No município, analistas políticos de plantão comentam que as rusgas existentes entre lideranças tucanas e a vereadora Janete estão sendo aparadas. Nos bastidores, rola prosa que o ninho está sendo refeito mirando o processo eleitoral deste ano.

Há dois séculos, Napoleão III(1808-1873), já afirmava: Em política, é preciso curar os males e nunca vingá-los. Se for para o bem do povo, assim seja!

Consultado pela coluna, o presidente do diretório municipal do PSDB e principal liderança tucana no Patrimônio, Dr. Bandeira disse que está sendo marcada reunião na capital do Estado, com as participações do presidente regional do partido, do ex-governador Reinaldo Azambuja, do governador Eduardo Riedel, da pré-candidata e de membros da executiva municipal. Bandeira afirma que a pauta do encontro é ajustar discordâncias e a definição de propósitos político-administrativos.   

Pré-candidatos a prefeito de Amambai opinam sobre as guerras entre Ucrânia e Rússia e Israel e Palestina

Seguimos com o propósito de informar os cerca de 20 mil eleitores do Patrimônio acerca do pensamento dos pré-candidatos interessados a ocupar o cargo de prefeito do município sobre assuntos da conjuntura política/administrava dos cenários internacional, nacional, estadual e local.

Desta vez, provocamos os interessados a exercerem o principal cargo político do município a opinarem sobre duas guerras que estão ocorrendo e podem afetar as relações políticas e socioeconômicas do cenário mundial. 

A pergunta enviada aos sete pré-candidatos foi: Qual sua opinião sobre as guerras entre Ucrânia e Rússia e Israel e Palestina na disputa por territórios?

Veja a opinião dos pré-candidatos

Publicamos as primeiras respostas enviadas – Zé Bambil, Luciney Bampi, Ricardo Renato e Sérgio Barbosa.

Zé Bambil (PL)

A minha opinião Ucrânia/Rússia, eu vejo que a aproximação da Ucrânia com a Otan e a questão da Criméia foram os dois principais pontos que resultaram nessa batalha, aí entram outros fatores externos, como a indústria bélica que é fomentada com tudo isso, os investimentos externos que isso traz é gigantesco, mas eu vejo como algo que dificilmente afetará os chefes de Estado, quem sofre é o povo, agora mesmo a França se manifestou com possibilidade de enviar tropas, vai acabar engrossando o caldo e piorando ainda mais a situação, podendo evoluir pra uma guerra Mundial.

Com relação a Israel/Hamas…por que coloquei Hamas? Porque a invasão foi feita pelo Hamas que é um grupo terrorista, que oprime o povo palestino, um grupo cruel que não tem escrúpulos, que mata, estupra mulheres, fazem coisas terríveis, penso que Israel respondeu aos ataques e está tentando libertar o mundo desses terroristas, concordo com as palavras do primeiro ministro Israelense Benjamin Natanyahu quando disse que esses terroristas teriam que serem eliminados da face da terra.

Luciney Bampi (PT)

Não tenho opinião formada sobre essas guerras, mas acredito que toda e qualquer discussão tem que ser resolvida em uma mesa de conversas.

Ricardo Renato (Novo)

Sou contra as guerras, deveriam tentar resolver no diálogo, mas infelizmente o ser humano gosta de medir forças; como a Rússia, que não deveria ter invadido a Ucrânia.  o mesmo o grupo Hamas não deveria ter iniciado a guerra naquele massacre na festa Rave, que acabou sobrando para os palestinos inocentes.

O triste é que enquanto os líderes estão protegidos a população em geral sendo massacrada.

Na minha opinião, os verdadeiros culpados dessas guerras deveriam ser condenados à prisão perpétua

Sérgio Barbosa(MDB)

Guerra é uma aberração da humanidade, mesmo que tenha princípios legítimos. Sempre temos a disputa pelo poder, seja religioso e territorial, como o caso Palestina/Israel, ou econômico e territorial, como caso Rússia/Ucrânia.

Dificilmente nós temos ou teremos conhecimento profundo dos reais interesses e aliados destes conflitos. Certo que não existe no curto prazo solução de paz, espero que pelo menos as organizações mundiais consigam amenizar sofrimento da população destas regiões de conflitos.

Ato de Bolsonaro em São Paulo

Dos sete pré-candidatos a prefeito do Patrimônio, o único que se dispôs a circular na avenida Paulista e dar ouvidos a prosa do ex-alcaide mor da República foi Zé Bambil (PL).

“Foi excelente, mais de 1 milhão de pessoas numa manifestação pacífica, muitas famílias, idosos, jovens…todos manifestando o descontentamento com o governo federal e com as arbitrariedades do supremo tribunal federal, foi realmente emocionante”, ressalta Bambil.

Correção

Na edição anterior, a coluna deixou de citar a participação do vice-prefeito Rodrigo Selhorst na composição dos membros do diretório municipal do Partido Progressista (PP). O atual vice prefeito ocupa o cargo de secretário da legenda.

Por

José Luiz Nunes Moreira

DRT/RS 5759-21/100

Novo é de Direita e não de Extrema Direita
- Publicidade -

Últimas Notícias

- Publicidade -

Últimas Notícias

- Publicidade-