21.4 C
Dourados
quinta-feira, 18 de abril de 2024

Três ex-governadores de MS definem seus candidatos em Amambai

- Publicidade -

Candidatos a prefeito de Amambai têm apoio de Zeca do PT, André Puccinelli e Reinaldo Azambuja

Dada sua importância na geopolítica estadual, as eleições no município de Amambai têm despertado interesse de lideranças reconhecidas no cenário político sul-mato-grossense de fortalecer pré-candidaturas de suas siglas partidárias na disputa eleitoral no dia 6 de outubro, principalmente, ao cargo de prefeito.

Com isso, faltando189 dias para o pleito, entraram em campo os ex-governadores Zeca do PT (PT), André Puccinelli (MDB) e Reinaldo Azambuja (PSDB). 

O pontapé inicial foi dado pelo ex-governador Zeca do PT, através de mensagem publicada nas mídias sociais no dia22 de fevereiro, manifestando apoio ao ex-vereador e presidente municipal do Partido dos Trabalhadores (PT), Luciney Bampi, pré-candidato a prefeito.

Em seguida, foi a vez do ex-governador André Puccinelli aparecer na cidade e participar do lançamento do pré-candidato a prefeito, Sérgio Barbosa (MDB), ocorrido no dia 22 de março. Sérgio é presidente municipal da sigla partidária e ex-prefeito do município.

Por último, no dia 27 de março, em ato ocorrido na sede do diretório estadual do PSDB, em Campo Grande, foi a vez da pré-candidata tucana, vereadora Janete Córdoba, receber apoio do ex-governador Reinaldo Azambuja. Janete está no segundo mandato e foi a vereadora mais votada nos dois pleitos eleitorais. 

PSDB

Depois de alguns entreveros dentro do ninho tucano em Amambai, foi confirmado apoio do presidente municipal do Partido da Social Democracia (PSDB), prefeito Dr. Bandeira, a pré-candidata da sigla, vereadora Janete Córdoba, na disputa eleitoral pelo cargo máximo do poder executivo municipal.

O apoio foi anunciado durante ato político na sede estadual do partido em Campo Grande, realizado no dia 27 de março. Além do ex-governador Azambuja e do prefeito Dr. Bandeira, estiveram prestigiando o lançamento da pré-candidatura os deputados estaduais do PSDB Jamilson Name, Pedro Arlei Caravina, Zé Teixeira, Lia Nogueira e Mara Caseiro.

Na ocasião, Bandeira destacou o apoio recebido do ex-governador Azambuja e do atual governador Riedel nos sete anos e três meses de mandato na prefeitura do município.

“Seguindo orientação política municipalista do partido é que enxergamos na pré-candidata Janete a pessoa mais preparada para dar continuidade ao projeto de desenvolvimento sustentável que Amambai tem alcançado nos últimos anos”, disse Bandeira.

NOVO

Na tentativa de conquistar novos filiados, a direção do Partido Novo de Amambai realiza amanhã, terça feira, dia 2 de abril, às 19 horas, ato de filiação. O encontro será no plenário Lourino de Jesus Albuquerque da Câmara de Vereadores.

PL/PT/MDB

Os pré-candidatos Zé Bambil, do Partido Liberal(PL); Luciney Bampi, do Partido dos Trabalhadores(PT) e Sérgio Barbosa, do Movimento Democrático Brasileiro(MDB),não informaram a agenda da última semana. 

PSD

Nos bastidores da política amambaiense, a formação do Partido Social Democrático (PSD) no município tem sido avaliada como certa. Analistas de plantão afirmam que nas eleições deste ano a sigla intenciona formar chapa de candidatos a vereança e apoiar na majoritária a pré-candidata tucana, Janete Córdoba, na disputa pelo cargo de prefeita.

Questionado pela coluna, o presidente municipal do PSDB, Dr. Bandeira, confirma as informações, dizendo que a filiação do vice-governador do Estado, José Carlos Barbosa, Barbosinha, no PSD tem facilitado a parceria.

Janela Partidária – vereadores trocam de partido

Vereadores que queiram mudar de partido sem terem prejuízo do mandato estão aproveitando a Janela Partidária – que vai até sexta-feira, dia 5.

Em Amambai, quatro vereadores já rumaram pra outras siglas: Cida Farias, trocou o PSDB pelo MDB; Ligia Borges, migrou do PSDB para o PP; Sangue Bom, saiu do PSDB rumando para o MDB, e Tato, do PT para o PSDB.

Nos bastidores, rola prosa que o vereador Gustavo Baiano está de malas prontas para sair do União Brasil em direção às fileiras do MDB.

Ditadura não; 71% dos brasileiros aprovam a democracia

Seis décadas atrás, no dia 31 de março de 1964, a liberdade da população brasileira foi trocada por censura e opressão. Por 21 anos, brasileiros e brasileiras conviveram num sistema de governo ditatorial, comandado pelas Forças Armadas.

A experiencia não foi boa. Pesquisa realizada pelo Instituo Datafolha

entre os dias 19 e 20 de março aponta que 71% dos brasileiros consideram a democracia como a melhor forma de governo possível; 18% dizem que “tanto faz” se o país vive ou não em um regime democrático e 7% avaliam que viver numa ditadura é preferível em certas circunstancias. Foram entrevistadas 2002 pessoas com 16 anos ou mais em 147 cidades.

Meio Rural

Reunião com a participação de representantes da iniciativa privada e do poder público, ocorrida na sede do Sindicato Rural de Amambai, no dia 17 de março, teve como pauta principal a recuperação de trecho da estrada na região do Chorro. Estiveram presentes produtores rurais, representantes dos governos estadual e municipal e da Câmara de Vereadores de Amambai.

A iniciativa despertou interesse da coluna em obter informações das obras de construção de pontes de concreto e serviços de reforma nas pontes de madeira divulgadas pela assessoria de imprensa do poder público municipal.

Relato repassado pela secretaria municipal de Obras informa que nos últimos sete anos foram construídas nas estradas viciais do município 17 pontes de concreto e reformadas 18 pontes de madeira.

Por

José Luiz Nunes Moreira

DRT/RS 5759-21/100

Novo é de Direita e não de Extrema Direita
- Publicidade -

Últimas Notícias

- Publicidade -

Últimas Notícias

- Publicidade-