32.3 C
Dourados
terça-feira, 21 de maio de 2024

Parafraseando Shakespeare: Apoiar ou não apoiar esta ou aquela candidatura? Esta é a questão!

- Publicidade -

Eleições Amambai: nove partidos já manifestaram participação

Em Amambai, dos 27 partidos políticos cadastrados no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), nove estão pleiteando elegerem prefeito e vice-prefeito, como também estão de olho nas 13 vagas disponíveis na Câmara de Vereadores do município.

Majoritárias fechadas

Das nove legendas, três já anunciaram pré-candidaturas para concorrerem aos cargos de prefeito e vice-prefeito.

MDB (Partido do Movimento Democrático Brasileiro) e PP (Partido Progressista): unidos, os dois partidos sacramentaram as pré-candidaturas do ex-prefeito Sérgio Barbosa (MDB) a prefeito e do ex-vereador Jaime Vizzotto (PP) para vice-prefeito, respectivamente.

PT (Partido dos Trabalhadores): anunciou pré-candidaturas próprias na disputa pelos cargos da majoritária, sendo o ex-vereador Luciney Bampi para prefeito e o professor Sérgio Périus a vice-prefeito, ambos filiados na sigla.

No PT, a situação pode ser alterada caso o PDT (Partido Democrático Trabalhista)feche coligação. Direção pedetista assegurou à coluna Prosa&Política que o partido está discutindo aliança com o PT. O líder trabalhista foi categórico ao afirmar que uma das proposições é a indicação de pré-candidato ao cargo de vice-prefeito. 

Vagas abertas de pré-candidaturas a vice-prefeito

Por enquanto, o PSDB (Partido da Social Democracia Brasileira), o PL (Partido Liberal) e o partido NOVO anunciaram somente as pré-candidaturas ao cargo de prefeito – respectivamente, Janete Córdoba, Zé Bambil e Renato Ricardo.

Somente vereança

As siglas UB (União Brasil), PSD (Partido Social Democrático)e Republicanos devem lançar somente pré-candidaturas a vereança. As três legendas estão apoiando a pré-candidata do PSDB, vereadora Janete Córdoba.

Será?

Os pré-candidatos a prefeito – Zé Bambil /PL (Partido Liberal)e Renato Ricardo / Partido Novo – disseram à coluna que as pré-candidaturas aos cargos da majoritária e da proporcional estão definidas; não informaram os nomes dos pré-candidatos a vice-prefeito. Aguardemos!

PL

A filiação no PL do presidente da Associação Comercial de Amambai (Acia), Bruno Anderson, é comemorada pelos liberais. Bruno pediu desfiliação do PP e deve concorrer ao cargo de vereador pelo PL. A filiação da odontóloga, Michele Bortolotto, também mereceu destaque da direção partidária do PL.

NOVO

Renato Ricardo Habitzreuter, pré-candidato a prefeito pelo Novo, esteve em São Paulo participando de curso de formação política. A formação ocorreu nos dias 12 e 13 de abril na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo.

O curso, oferecido pelo partido aos pré-candidatos que irão disputar cargos eletivos nas eleições deste ano, foi composto de tópicos que abordando questões administrativas, jurídicas, de captação de recursos e outras mais específicas, como estratégias eleitorais e comunicação política.

Vereadores comentam desfiliações do PSDB

Na sessão dessa segunda-feira, 15, os vereadores Ligia Borges e Sangue Bom usaram a tribuna para afirmarem que suas desfiliações do PSDB não implicam no apoio ao presidente municipal da sigla, prefeito tucano Dr. Bandeira. 

O vereador Sangue Bom saiu do PSDB e filiou-se no PMDB. Ressalta que a mudança foi motivada por estratégia eleitoral e que o apoio a administração do atual prefeito é incondicional. “Continuarei apoiando as duas brilhantes gestões do Dr. Bandeira, injusto não reconhecer”, diz.

Enquanto a presidente do legislativo, vereadora Ligia Borges, usou parte dos sete minutos disponíveis na tribuna para explicações pessoais, para rebater questionamentos feitos, segundo ela, por pessoas surpresas com a mudança de sigla partidária. “Não vou admitir que intrigas maldosas possam interferir na decisão política que tomei”, ressalta Ligia. 

No primeiro mandato do atual prefeito, no período de 2017 a 2020, Ligia foi secretária da Sedesc (Secretaria Municipal de Desporto e Cultura), cargo que dá visibilidade a quem o exerce.

A parlamentar pediu desfiliação do PSDB para filiar-se no PP.   

Prisão ou soltura para o deputado federal Chiquinho Brazão (sem partido-RJ)?

O que pensam os deputados federais?

Deputados federais foram provocados a se manifestarem – tornarem público – o que pensam sobre a manutenção da prisão ou a soltura do deputado federal Chiquinho Brazão (sem partido-RJ) acusado de ser um dos mandantes da morte da vereadora Marielle Franco (PSOL). A votação na Câmara dos Deputados Federais ocorreu no dia 10 de março: foram 277 votos SIM, 129 NÃO e 28 ABSTENÇÕES.

Veja como votaram os deputados federais do MS

Dos oito parlamentares da bancada do MS na Câmara Federal, cinco votaram pela manutenção da prisão e três para soltar o acusado.

Votaram a favor da manutenção da prisão: Beto Pereira (PSDB), Dagoberto Nogueira (PSDB), Geraldo Resende (PSDB), Camila Jara (PT) e Vander Loubet (PT).

Votaram contra a manutenção da prisão: Dr. Luiz Ovando (PP), Marcos Pollon (PL) e Rodolfo Nogueira (PL).

Terra para indígenas de Dourados: Lula provoca Eduardo Riedel

O Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, aproveitou encontro com o governador do Estado, Eduardo Riedel, ocorrido em Campo Grande, 12, para propor efetivação de parceria entre os governos federal e estadual para aquisição de área de terra com destinação à comunidade indígena de Dourados. 

O evento na capital sul-mato-grossense foi realizado na fábrica da JBS e comemorou o primeiro embarque de carne bovina, abatidas nas cinco novas plantas frigoríficas recentemente habilitadas a exportação para a China

Mato Grosso do Sul deve ampliar de 11 para 57% o potencial de embarque para o país asiático, podendo abater com o SIF (Serviço de Inspeção Federal) até 2,3 milhões de cabeças de gado por ano, superando em muito as 467 mil registradas até então.

Sobre a proposição de Lula, Riedel afirmou, através de vídeo publicado nas redes sociais, defender justiça nos conflitos entre indígenas e produtores rurais e que está comprometido com o assunto.  

Por

José Luiz Nunes Moreira

DRT/RS 5759-21/100

Novo é de Direita e não de Extrema Direita
- Publicidade -

Últimas Notícias

- Publicidade -

Últimas Notícias

- Publicidade-