31.8 C
Dourados
terça-feira, 21 de maio de 2024

Operação ‘Corta Fitas’ da DP de Amambai: 9 presos, 3 ‘biqueiras’ fechadas e entreposto derrubado

- Publicidade -

Operação de reinauguração das celas da unidade da polícia civil encerrou com a apreensão de mais de 100kg de drogas

A Delegacia de Polícia Civil de Amambai iniciou nestes últimos quatro dias a operação “Corta Fitas” no âmbito da Operação COSUD do Estado do Mato Grosso do Sul em parceria dos 7 estados do “Consórcio de Integração Sul e Sudeste” em uma força tarefa simultânea no enfrentamento ao crime organizado transfronteiriços e/ou transnacionais nas regiões de divisas e fronteiras.

Ao todo, foram cumpridos no município de Amambai quatro mandados de busca e apreensão e dois mandados de prisão resultantes de uma série de investigações coordenadas da Seção de Investigação Gerais – SIG – da DP Amambai no enfrentamento ao tráfico de drogas.

Foram fechados três movimentados pontos de vendas de drogas e um entreposto foi derrubado. Além disso, 9 traficantes foram presos, sendo 3 deles faccionados e de alta periculosidade dos quais 2 eram procurados em outros estados da Federação. Foi ainda realizada a apreensão de mais de 100kg de entorpecentes com a desarticulação de dois grupos criminosos que atuavam livremente na fronteira.

Nas ações foram recuperadas quatro bicicletas, duas televisões, dois botijões de gás e mais de quinhentos reais em espécie dentre outros objetos frutos de furtos e que eram trocados por drogas nas vulgas biqueiras.

Foram apreendidos ainda, em dois dos alvos da operação, camisetas e distintivos falsos da polícia civil, bem como equipamentos táticos policiais (colete balístico, toucas balaclava, coldres, rádios HT, equipamentos luminosos exclusivos para o uso em viaturas policiais), levando a crer que dos traficantes presos, aqueles pertencentes aos dois grupos criminosos desarticulados se passavam por policiais para cometer os crimes, coagir pessoas ou se esquivar da fiscalização das forças policiais.

A operação “corta fitas”, que em sua deflagração teve 100% de sucesso em suas incursões, objetivou reprimir a profusão de pontos de vendas de drogas em Amambai e tirar de circulação não apenas uma grande quantidade de entorpecentes mas também perigosos traficantes que se mantinham junto à sociedade trazendo risco à segurança da população e adoecendo o meio social.

Seu nome faz referência à reinauguração das celas da Unidade de Polícia Civil que passaram por reformas e adequações visando dispor de melhores condições de conforto e dignidade aos detidos que aprovaram a nova estrutura.

Fonte: Assessoria Polícia Civil

- Publicidade -

Últimas Notícias

- Publicidade -

Últimas Notícias

- Publicidade-