23.7 C
Dourados
quinta-feira, 13 de junho de 2024

Avistar Brasil: MS participa do maior evento de observação de aves da América Latina

- Publicidade -

O 17º Encontro Brasileiro de Observação de Aves destaca a integração entre conservação ambiental e diversidade cultural, celebrando meio século de avanços e descobertas.

Mato Grosso do Sul estará presente no Avistar Brasil, evento de observação de aves que acontece de 17 a 20 de maio. A feira reúne expositores de todo o Brasil e da América Latina para promover e apresentar destinos, pousadas, operadoras e outras formas de produção artística e cultural relacionadas às aves e à natureza.

Com uma agenda repleta de ciência, arte e atividades de conservação, o encontro destaca a observação de aves como uma prática madura e essencial para o entendimento e preservação da biodiversidade.

Para o diretor-presidente da Fundação de Turismo de MS, Bruno Wendling, a participação do Mato Grosso do Sul será crucial para posicionar destinos consolidados como a Serra da Bodoque, Pantanal e também novos destinos.

“É muito satisfatório participar mais um ano da Avistar. Começamos a trabalhar com o birdwatching há cerca de 7 anos como um nicho e hoje é grande segmento do Estado. A estratégia da Fundtur vem crescendo cada vez mais, assim como nosso posicionamento nacional e internacional. Hoje podemos nos considerar um dos principais mercados do turismo nacional de observação de aves e estamos estrando fortemente no mercado internacional. Este ano vamos levar novidades, produção associada ao birdwatching, artesanato, lançamento de novos produtos, debates importantes com nosso trade que é altamente especializado, então nossa expectativa é de fazer uma bela feira Avistar este ano de novo”, exalta Wendling.

O Avistar Brasil é a maior feira do turismo de observação de aves da América Latina, com mais de 9 mil participantes e reúne expositores de todo o Brasil e da América Latina para promover e apresentar seus destinos de aviturismo.

Durante o evento, será lançada a Rota de Aviturismo nas Unidades de Conservação da Mata Atlântica de Mato Grosso do Sul, conectando unidades de conservação estaduais, municipais e privadas para o turismo de observação de aves.

Além disso, juntamente com a Fundação de Turismo de Ládario, MS levará peças de artesanato confeccionados pelas artesãs daquele município numa proposta de alinhamento da Economia Criativa com Aviturismo em MS, contando com a participação de três artesãs que comercializarão seus produtos.

Os parceiros do trade do Aviturismo do Estado contarão com estande como ponto de apoio para divulgar, realizar ativações e receber futuros clientes, dentre outras ações para o fortalecimento deste segmento.

Agenda MS

O Mato Grosso do Sul será um dos patrocinadores do evento e contará com a participação ativa do trade turístico sul-mato-grossense em várias atividades, incluindo:

  • Dias 17 a 19 de maio

Fórum Nacional de Turismo de Vida Silvestre

  • Dia 18 de maio

11h: Oportunidades do Turismo de Observação de Vida Silvestre – Edson Moroni

13h30min: Cases no Turismo de Observação de Aves – Bruno Wendling

Destinos Silvestres

11h: Pantanal & Serra da Bodoquena – MS – Vitinho e Daiane

14h: Observação na capital do Ecoturismo – Bonito MS – Lucas Yanai

15h: Uma jornada do Pantanal aos Andes – Gabriel Freitas

16h40: Destinos de Observação de Aves no Mato Grosso do Sul – Edson Moroni e Geancarlo Merighi

17h20min: Aviturismo em UCs da Mata Atlântica do MS – José Lucas

  • Dia 19 de maio

15h30min: Economia Criativa e Observação de Aves em Ladário/MS – Alexandre R. Ohara

Além disso, haverá apresentações de pôsteres: Formação de Condutores em Aviturismo No Mato Grosso Do Sul (Simone Mamede, Maristela Benites); Passarela do Bioparque Pantanal: A Observação de Aves Livres no Aquário da Capital do Turismo de Observação de Aves (Simone Mamede, Maristela Benites, Lucas Ribas Casanova, Noêmia Bittencourt, Joana D’arc dos Santos); e Vem Passarinhar MS: transformando pessoas e territórios (Simone Mamede, Maristela Benites).

Observação de Aves em MS

Mato Grosso do Sul é um estado privilegiado por sua natureza, com quatro biomas em sua área: Pantanal, Cerrado, Mata Atlântica e o Chaco. Essa diversidade resulta em uma grande variedade de fauna e flora, tornando-o um destino único para observadores de aves e fotógrafos de natureza. Com mais de 670 espécies, quase 35% de toda a avifauna brasileira, o estado oferece uma experiência inesquecível para os amantes da observação de aves.

Para maiores informação do evento, acesse www.avistar2024.com.br

Fonte: Débora Bordin, Comunicação FundturMS
*com informações da gerência de Inovação

- Publicidade -

Últimas Notícias

- Publicidade -

Últimas Notícias

- Publicidade-