27.9 C
Dourados
quinta-feira, 13 de junho de 2024

Pré-candidatos a prefeito discorrem sobre preservação ambiental; nova pesquisa eleitoral é divulgada e Expobai 2024 é cancelada

- Publicidade -

Veja o que os pré-candidatos a prefeito falam sobre preservação ambiental

Cientistas afirmam que a ocupação das matas ciliares, a destruição de nascentes e a ocupação urbana desordenada são responsáveis pelas inundações no campo e nas cidades do Rio Grande do Sul.

Prosseguindo com o propósito de informar os cidadãos de Amambai sobre temas de interesse público e relacionados ao cargo de gestor do município, a coluna provoca os pré-candidatos a prefeito a comentarem sobre a catástrofe climática no RS.

O questionamento foi enviado aos pré-candidatos Luciney Bampi (PT), Janete Córdoba (PSDB), José Bambil (PL), Sérgio Barbosa (MDB) e Ricardo Renato Habitzreuter (NOVO).

Até a finalização desta coluna, interagiram os pré-candidatos Sérgio Barbosa, Renato e Luciney Bampi. Barbosa alegou estar priorizando seu tempo com a formatação das declarações de Imposto de Renda, afirmando responder para a próxima edição da coluna. Enquanto os pré-candidatos José Bambil e Janete Córdoba não manifestaram interesse.

Demonstraram interesse de informar os eleitores sobre suas propostas acerca do tema e responderam o questionamento da coluna, os pré-candidatos a prefeito Ricardo Renato Habitzreuter e Luciney Bampi. 

Prosa&Política perguntou

No seu Plano de Governo, o que consta para a recuperação e a manutenção das matas ciliares e das nascentes e para evitar a ocupação urbana e rural de risco no município de Amambai?

Ricardo Renato Habitzreuter

Em municípios bem organizados, existe um órgão ambiental oficial que atua em parceria com o Conselho Municipal de Meio Ambiente, com a Promotoria e com todos os órgãos ambientais estaduais e federais.

Existem ao menos sete principais leis ambientais federais, que são: 1) Lei da Política Nacional do Meio Ambiente 2) Lei dos Crimes Ambientais 3) Lei da Política Nacional de Resíduos Sólidos 4) Lei de Recursos Hídricos 5) Lei dos Agrotóxicos 6) Novo Código Florestal Brasileiro 7) Lei da Política Nacional de Saneamento Básico.

Acrescidas a estas, as leis ambientais do próprio município, inclusas no Plano Diretor.

Com todas essas leis, um bom plano habitacional e um trabalho sério de conscientização é possível o crescimento sustentável do município.

Luciney Bampi

Estamos desenvolvendo um plano de governo focado na prevenção de catástrofes climáticas em nossa cidade. Nossas propostas incluem: 1. Incentivo à instalação de painéis solares e turbinas eólicas para promover o uso de energias renováveis.2. Expansão da rede de transporte público, construção de ciclovias e incentivo ao uso de veículos elétricos.3. Criação de áreas de preservação ambiental e implementação de programas de reflorestamento, incluindo a recuperação de nascentes e áreas de preservação permanente.4. Estabelecimento de políticas eficazes de gestão de resíduos sólidos, com foco na reciclagem e compostagem.5. Introdução de programas educacionais sobre mudanças climáticas e práticas sustentáveis.6. Desenvolvimento urbano com ênfase na eficiência energética e na adaptação a eventos climáticos extremos, incluindo a criação de parques urbanos.

Além disso, temos experiência como vereador pelo Partido Verde e, por seis, como secretário de Meio Ambiente de Amambai ampliando conhecimento e vivência na área ambiental.

Estamos comprometidos em construir uma cidade mais sustentável e resistente às adversidades climáticas. Ainda estamos construindo com nosso grupo mais questões relacionadas ao meio ambiente.

Divulgação de Pesquisa eleitoral movimenta o cenário político em Amambai

Levantamento mostra como está a disputa pela prefeitura e câmara de vereadores de Amambai

Pesquisa da Ranking Brasil Inteligência, registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número MS-00096/2024, traz também avaliação do prefeito Dr. Bandeira, do governador Eduardo Riedel e do presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva.

A pedido do site Diário MS News, o instituto entrevistou no período de 8 a 12 de maio, 500 moradores do município.

Prefeitura

A pesquisa, com margem de erro de 4,35%, para mais ou para menos, revelou um cenário favorável a pré-candidata Janete Córdoba (PSDB).

Espontânea

Na pesquisa espontânea, Janete Córdoba lidera com 17% das intenções de votos, enquanto Sérgio Barbosa aparece em segundo lugar, com 9%, seguido por José Bambil, com 1,6%, Renato Habitzreuter, com 0,8%, Luciney Bampi, com 0,6%, e Lígia Borges, com 0,4%, sendo que 1% dos entrevistados apontaram outros nomes e 69,6% não sabem ou não responderam.

Estimulada

No levantamento estimulado, Janete Córdoba mantém a liderança, com 38%, seguida por Sérgio Barbosa, com 28%, José Bambil, com 5%, Renato Habitzreuter, com 2%, e Luciney Bampi, com 1%, enquanto 26% dos entrevistados não sabem ou não responderam.

Rejeição estimulada

No quesito rejeição estimulada, Sérgio Barbosa lidera, com 11%, seguido por José Bambil, com 8%, Luciney Bampi, com 5%, Janete Córdoba, com 4%, e Renato Habitzreuter, com 1%, sendo que 71% dos entrevistados não sabem ou não responderam.

Vereador

Os primeiros colocados no levantamento espontâneo são Janete Córdoba, com 4,20%, Rosa Linda, com 2,40%, Prego – 1,80%, Cida Farias – 1,60%, Jota Roberto – 1,40%, Sérgio Barbosa – 1,20%, Tato – 1,00%, Roberto Sangue Bom – 0,80%, Augusto Espíndola – 0,80%, Ligia Borges -0,60%, Eder Pinzan – 0,60%, Nicoline – 0,40%, Gustavo Baiano – 0,40%, Geovana – 0,40%, Brito – 0,40%, Gabriel Rossi – 0,40%, Luciano Mauricio – 0,40%, Paulo Sérgio – 0,40%, Reginaldo Falco – 0,20%, Sabão – 0,20%, Ramão – 0,20%, Darci – 0,20%, Carlinhos – 0,20%, Delíbio Alves – 0,20%, Geverson Vicentin – 0,20%, Marina – 0,20%, Débora – 0,20%, Professora Lisa – 0,20% e Rafael Andres – 0,20%.

Avaliação da administração do prefeito Dr. Bandeira

O Instituto Ranking perguntou aos entrevistados se eles aprovam ou desaprovam a administração de Dr. Bandeira e 75% disseram que aprovam, enquanto 20% falaram que desaprovam, sendo que 5% não sabem ou não responderam.

Para 60% dos entrevistados, a gestão dele é boa ou ótima, enquanto para 20% é regular e para outros 15% é ruim ou péssima, sendo que 5% não sabem ou não responderam.

Avaliação da administração do Governador Eduardo Riedel

O Instituto Ranking Brasil Inteligência também avaliou que o governador Eduardo Riedel (PSDB) no município é considerado bom ou ótimo para 50% dos entrevistados, enquanto 28% disseram que é regular, 12% opinaram que é ruim ou péssimo e 10% não sabem ou não responderam.

Avaliação da administração do Presidente Lula

Com relação ao presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), 40% dos entrevistados consideraram ruim ou péssimo, 30% falaram que é bom ou ótimo, 25% disseram que é regular e 5% não sabem ou não responderam.

Surpresa com o cancelamento da Expobai 2024

O cancelamento da Expobai 2024 – Exposição Agropecuária de Amambai, divulgado através de nota emitida pelo Sindicato Rural de Amambai, surpreendeu comerciantes, entidades e a população do município e da região

De acordo com a nota, a quebra da produção e os baixos preços das lavouras de soja e milho, como também dificuldades apresentadas pelo setor agropecuário, foram os motivos para a não realização do evento.

A notícia surpreendeu comerciantes e entidades filantrópicas que, nos dias da exposição, têm a possibilidade de angariar faturamento financeiro, como também a população em geral que tem a oportunidade de apreciar a programação de entretenimento. 

A nota foi assinada pelo presidente da entidade, Rodrigo Ângelo Lorenzetti. 

Novo é de Direita e não de Extrema Direita

Por

José Luiz Nunes Moreira

DRT/RS 5759-21/100

- Publicidade -

Últimas Notícias

- Publicidade -

Últimas Notícias

- Publicidade-