32.7 C
Dourados
quinta-feira, 13 de junho de 2024

Polícia Civil soluciona série de furtos em estabelecimentos comerciais de Amambai

- Publicidade -

A Polícia Civil, por intermédio da Delegacia de Amambai-MS, capturou na tarde desta quarta-feira (05) um homem acusado de cometer uma série de furtos em estabelecimentos comerciais no município. A investigação teve início após a notícia de um furto ocorrido na madrugada de terça-feira (03) em uma pastelaria.

Assim que o Boletim de ocorrência foi registrado, uma equipe da Seção de Investigações Gerais (SIG), da Delegacia de Amambai iniciou diligências para apurar a autoria e a materialidade do crime. Durante a investigação, os policiais foram informados sobre outro furto, desta vez em uma farmácia, ocorrido na mesma data.

No entanto, enquanto buscavam por informações dos fatos, chegou ao conhecimento dos policiais a notícia de mais um furto, também em uma farmácia, ocorrido na segunda-feira (03). Diante dos múltiplos incidentes, a polícia civil conseguiu identificar que o autor de todos os crimes em série se tratava do mesmo autor.

As ações policiais avançaram, quando foi notificado um furto em um supermercado, onde um indivíduo foi flagrado pelas câmeras de segurança subtraindo uma peça de carne picanha. As imagens mostraram claramente as características do autor que não era morador da cidade, tendo chegado só para cometer os crimes.

O autor estava preso na penitenciária de Naviraí e após sua liberação, veio até Amambai para cometer os delitos. Mais tarde, a equipe policial descobriu que o indivíduo tentava revender a carne em outro estabelecimento comercial.

De posse dessas informações, os policiais foram até o local e conseguiram localizar o autor, identificado como J.D.S.C.(35), que estava tentando se deslocar para outra cidade. Ao ser questionado, J.D.S.C. confessou os furtos.

Diante dos fatos, ele recebeu voz de prisão e foi conduzido à Delegacia de Polícia Civil de Amambai, onde foi indiciado por furto qualificado e permanece à disposição do Poder Judiciário.

Fonte: Assessoria Polícia Civil

- Publicidade -

Últimas Notícias

- Publicidade -

Últimas Notícias

- Publicidade-