24.7 C
Dourados
terça-feira, 23 de julho de 2024

Eleições 2024 Amambai: Quatro dos cinco pré-candidatos a prefeito já ponderaram sobre meio ambiente; Partido Liberal usa rede social para emitir esclarecimento; Plano Diretor – população pode participar na elaboração

- Publicidade -

Pré-candidatos discorrem sobre meio ambiente

Quatro dos cinco pré-candidatos a prefeito de Amambai divulgaram nesta coluna o que pensam sobre meio ambiente. Até a publicação desta edição do Prosa&Política, somente a pré-candidata Janete Córdoba não tinha respondido o questionamento enviado a ela.

Devido a tragédia ambiental ocorrida no Rio Grande do Sul, a implantação de políticas públicas no setor tem sido tema de debates no cenário nacional.

Como é função do jornalismo informar a sociedade dos assuntos mais relevantes, no que diz respeito à situação política do mundo, do país ou até mesmo da cidade, a coluna provocou as cinco pré-candidaturas ao cargo de prefeito a informar à população o que pensam sobre o assunto, dando oportunidade de divulgarem propostas de governo para os quatro anos de mandato, caso eleitos.

Já responderam o questionamento – e já publicamo-nos nesta coluna – os pré-candidatos a conquistarem o principal cargo político do Patrimônio: Ricardo Renato (NOVO), Luciney Bampi (PT), José Bambil (PL) e Sérgio Barbosa (MDB). Seguimos aguardando manifestação da pré-candidata Janete Córdoba (PSDB). 

PL reafirma pré-candidaturas na majoritária

Nos bastidores da política amambaiense, rolou prosa de que o pré-candidato a prefeito pelo Partido Liberal (PL), José Bambil, abriria mão de concorrer ao cargo para apoiar a pré-candidata Janete Córdoba (PSDB) e ser pré-candidato a vice-prefeito na chapa da tucana.

Para esclarecer o bochincho, a sigla PL postou nas redes sociais mensagem informando sua intenção de manter as pré-candidaturas aos cargos de prefeito e vice-prefeito nas eleições deste ano.

“Tô passando por aqui para esclarecer alguns fatos, alguns boatos que estão acontecendo por aí, pra dizer pra você, população de Amambai, que o PL tem pré-candidato a prefeito e pré-candidato a vice prefeito. Temos também uma chapa completa de vereadores, de pré-candidatos”, afirmou José Bambil.

(Fonte: Facebook, mensagem publicada no dia 4 de junho)

PSDB surpreendendo

A pré-candidata tucana, vereadora Janete Córdoba, surpreendeu anunciando a volumosa verba destinada pelo deputado federal, Dagoberto Nogueira (PSDB), para execução de obras de infraestrutura na sede do Patrimônio.

Matéria publicada no grupo A Gazeta, informa que a conquista da vereadora junto ao parlamentar federal atinge a cifra de R$ 3,5 milhões para investimento em obras pavimentação asfáltica e drenagem na cidade de Amambai.

MDB e PP em CG e em DDS

Na semana passada, os pré-candidatos aos cargos de prefeito e vice prefeito, Sérgio Barbosa (MDB) e Jaime Vizzotto (PP), respectivamente, estiveram andando pela capital do Estado, Campo Grande, e na cidade de Dourados mantendo contatos com políticos das esferas estadual e federal.

Acompanhados do vice-prefeito Rodrigo Selhorst (PP), dos vereadores Odil Puques (PP), Paulo Sérgio (PP), Sangue Bom (MDB), Cida Farias (MDB), Ligia Borges (PP) e Gustavo Baiano (MDB), eles mantiveram reuniões com os deputados estaduais Paulo Corrêa (PSDB), Marcio Fernandes (MDB), Renato Câmara (MDB), Gerson Claro (PP) e Júnior Mochi (MDB) e os federais Geraldo Resende (PSDB) e Luiz Ovando (PP). A pauta dos encontros foi apresentar as lideranças políticas e o projeto da pré-candidatura da chapa majoritária ao poder executivo de Amambai.

Vereança x representatividade

Nessa segunda-feira (10), fiquei sabendo por fontes seguras que o repórter Vilson Nascimento é pré-candidato a vereador. A notícia me levou a pensar sobre a importância da representatividade política de segmentos sociais diversos no momento de decidir o desenvolvimento de políticas públicas e na promulgação legislativa.

Analisando a composição do poder legislativo, fica difícil identificar segmentos específicos representados pelos ocupantes das 13 cadeiras oferecidas a municipalidade, na câmara de vereadores.

Na atual legislatura, é visível notar defensores dos interesses de médios e grandes produtores rurais, das comunidades indígenas, dos comerciantes, segurança pública, saúde, desporto e cultura. Enquanto, temas referentes a política salarial, educação, meio ambiente, mobilidade urbana e agricultura familiar quase sempre passam batidos.

Fiquei faceiro com a disposição do Vilson encarar o pleito pelo partido União Brasil. O colega sabe da importância da comunicação junto aos órgãos públicos. Há 28 anos vem atuando como repórter, enfrentando dificuldades na produção de matérias de interesse público por falta de profissionais capacitados atuando nas prefeituras e câmaras de vereadores.

Não é difícil trombar com assessores de imprensa sem preparo algum, indicados por vereadores e prefeitos irresponsáveis no ato de bem informar a população. O legislativo de Amambai já fez e ainda faz parte desse rol.

Vilson afirmou à coluna que a decisão atende pedido feito pela pré-candidata a prefeita, vereadora Janete Córdoba (PSDB). “Na realidade, estou saindo atendendo o chamado dela, temos uma história de trabalho voluntário junto desde a época do SAVE (Serviço de Atendimento Voluntário Emergencial)”, ressalta Vilson.  

Cidadania, exerça!

Aproveite para exercer a cidadania e melhorar a cidade, participando da revisão final do Plano Diretor

Até o dia 17 de junho, a população de Amambai poderá participar com sugestões e opiniões sobre a minuta final do documento, preenchendo formulário acessando o link https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSd-0M7Ed3rnEB61wF17COMIk_5KOMmAg0Qv8ZAJHJZ7bv2iNg/viewform

Lembrando ainda que no dia 17, as 19h, acontece em Amambai uma Audiência Pública, na Câmara Municipal de Vereadores, para que de forma presencial os munícipes também possam participar e acompanhar o andamento do projeto. 

Esta é a última forma de cooperar. As opiniões recebidas serão analisadas pela equipe responsável que avaliará o que é viável para ser incorporado ao documento.

Sobre Plano Diretor

O Plano Diretor é um instrumento da política urbana do município previsto na Constituição Federal e no Estatuto da Cidade, tendo por base o cumprimento da função social da cidade e da propriedade, além do ordenamento da cidade, definindo normas gerais de parcelamento, uso e ocupação do solo urbano e sua expansão.

Frases de efeito. Positivas ou Negativas?

A partir desta edição, a coluna Prosa&Política passa a publicar frases de efeito, sejam negativos ou positivos.

“Adoro ser o topo dentro do Estado. Sou eu quem o destrói”, confessa Milei (presidente da Argentina) sem remorso. A declaração ocorreu durante a visita do mandatário aos Estados Unido

(Fonte: Brasil 247)

“Autoridades que ignorarem alertas climáticos são mais que negacionistas, são irresponsáveis”, acusa Márcio Astrini (secretário executivo do Observatório do Clima criticando Eduardo Leite, governador do RS, e exigindo que a população seja alertada sobre riscos.

(Fonte: Brasil de Fato/RS)

“Hoje estou aqui no diretório estadual do MDB pra confirmar nossa pré-candidatura a prefeito de Amambai”. Sérgio Barbosa.

“Quero dizer à pré-candidata Janete e ao Dr. Bandeira que me coloco a disposição como pré-candidato a vereador pra ser um soldado nessa eleição.” David Nicoline.

“A polarização que continua dividindo o país segue junto e vai se alimentando a partir do momento que lances dessas eleições municipais vão pavimentando o caminho do confronto para 2026.” Fernando Mitre, jornalista.

(Fonte: Bandjornalismo)

“O Brasil não é um país pobre, é uma cifra simples. É o seguinte, peguem o PIB do Brasil, o que gente produz de bens e serviços, dividam pela população 230 milhões, 10 bilhões de reais, da 16 mil reais por mês por famílias de 4 pessoas. Ou seja, nosso problema não é de pobreza, não é falta de recursos, não é econômico, é falta de organização política e social. São opções políticas.  A índia proibiu a exportação de trigo e arroz, uma opção política.” Ladislau Dowbor, economista, professor titular de pós-graduação da PUC-SP e consultor de diversas agências da ONU.

“Não tem coisa mais ridícula que privatizar a praia.” José Luiz Datena no Brasil Urgente, sobre o Projeto de Emenda Constitucional (PEC), que prevê privatizar as praias brasileiras.

Novo é de Direita e não de Extrema Direita

Por

José Luiz Nunes Moreira

DRT/RS 5759-21/100

- Publicidade -

Últimas Notícias

- Publicidade -

Últimas Notícias

- Publicidade-