02/08/2018 13h26

Jovem de 18 anos morre em Amambai

Naiara Pacheco era uma estudante de 18 anos, filha de uma professora e de um profissional de comunicação. Sua morte causou muita comoção no município, mas também deixa um alerta


Fonte: Redação

 
Naiara tinha 18 anos / Foto: Divulgação Naiara tinha 18 anos / Foto: Divulgação

Amambai (MS)- Por volta das 9h50 da desta quinta-feira (2), a equipe plantonista do Corpo de Bombeiros de Amambai foi acionada para atender uma jovem em suposto estado de coma alcoólico.

Ao chegarem ao local indicado, numa casa situada na vila Limeira, os militares encontraram Naiara Lopes Pacheco, de 18 anos, já sem os sinais vitais e com os órgãos periféricos, como pés e mãos, já gelados.

De acordo com os bombeiros, ao perceberem que a situação da moça não coincidia com as informações passadas no início da ocorrência, perguntaram ao seu irmão e o jovem acabou confessando que ele e a irmã haviam feito uso de cocaína.

Os bombeiros realizaram os procedimentos de reanimação no local e no trajeto até o Hospital Regional de Amambai, mas não obtiveram êxito. Naiara já chegou ao hospital sem vida.

Segundo o boletim de ocorrência, as suspeitas são que a estudante tenha sido vítima de overdose.

O corpo da jovem foi encaminhado para o IML (Instituto Médico Legal) de Ponta Porã para ser submetida a exame necroscópico e um laudo com a causa a morte deve sair em alguns dias, segundo a polícia.

Naiara era filha do diretor e proprietário do jornal Correio da Fronteira, Jorge Pacheco e da professora na escola estadual Felipe de Brum, Aline Pacheco.

Envie seu Comentário