07/04/2017 09h01

Giro Esportivo de Amambai

Crônica Esportiva


Por Ismael Vitor Idalino

 
 

A mulher da foto ao lado é a professora Luciana Andrea Villa, que tem o pedal como esporte preferido. Há um ano e meio participa da Associação Modelo Douradense de Ciclismo (Amdc), equipe que defende o Conesul nas competições estaduais.

Ela participou no último fim de semana de uma das etapas do campeonato estadual de Mountain Bike e agora exibe com alegria a medalha de bronze que conquistou. Parabéns Luciana! Por colocar novamente a nossa cidade em um pódio estadual.

Conversamos com Luciana para saber um pouco mais sobre ela e sua vida esportiva. Confira o que ela falou:

Como começou a praticar o MTB? Comecei a pedalar por recomendação médica, estava com os índices de colesterol e triglicerídeos altos, então a médica pediu que procurasse um esporte. Conheci alguns amigos que pedalavam e faziam trilhas e a partir daí me apaixonei pelo MTB e comecei ir também com uma bicicleta bem simples.

O que este esporte mudou em você? Mudei tudo na minha vida principalmente a disposição, eu também passei a me alimentar melhor, estou trabalhando melhor, enfim, agora eu vivo melhor.

Quantas vezes pratica o MTB por semana? Hoje tento pedalar três vezes por semana em ritmo de treino, isso porque entrei para equipe de Dourados onde participo de competições pelo MS na categoria Máster.

Fale um pouco para nós sobre o MTB.

O ciclismo tem crescido muito em nível de Brasil e Mato Grosso do Sul e a Associação Modelo Douradense de Ciclismo (Amdc) é uma equipe de Dourados que tem atletas de várias cidades do estado defendendo a camisa.

Pedalo no ritmo de treino há cerca de um ano, mas fazem dois anos que comecei a de fato praticar o ciclismo.

Fazemos muitos amigos nesse esporte, estamos sempre interagindo, conhecendo lugares diferentes e isso é muito bacana.

 

18ª Copa Ouro

No último dia 31 de março teve início ao mais tradicional campeonato de futebol Suíço do Conesul, a 18ª Copa Ouro. O certame é dividido entre as categorias Livre e Máster e acontece na Associação Atlética Banco do Brasil (Aabb), organizadora do campeonato. Que reúne equipes de diversas cidades da região.

O que me chama a atenção para este evento é que Amambai possui uma organização de árbitros e mesmo assim, para a competição, foram convidados árbitros de Dourados, que vêm para Amambai com diárias, hospedagem e transporte pagas. Para mim, isso é desprestigiar os profissionais do nosso município. Deixo aqui uma pergunta: será que as cidades da região convidam nossos árbitros para atuarem em seus jogos? Boa sorte aos atletas e aos árbitros nesta jornada.

Escolinha de futebol suíço do Clube dos 40

A escolinha de futebol suíço do Clube dos 40, que é presidida pelo Claudio Serafim e coordenada pelo professor Ismael Vitor, vai efetivar, a partir de abril um convênio com a Sociedade Esportiva Cidade Crepúsculo (Secc) e passará a ter treinos no decorrer da semana e não só aos sábados. Os treinos em dias da semana visam preencher o tempo de ócio dos participantes do projeto Primeiros Passos.

**Secretária Municipal de Esportes e Cultura de Amambai **

 

Eu, como esportista e coordenador de escolinha de futebol, quero parabenizar a Sra. Ligia M. Borges, pela ótima gestão que vem realizando a frente dessa secretaria de Desporto e Cultura, resgatando a cultura, através de encontros musicais uma vez por mês, levantando a alto estima dos nossos artistas que não são poucos.

Em várias reuniões que já tivemos percebo que nesta gestão o esporte esta sendo visto com um olhar muito especial, pois ela tem ouvido todos os esportistas, analisa todos os projetos apresentados e não deixa nenhum sem retorno, seja satisfatório ou não. Parabéns Ligia.


 

O professor e árbitro de futebol, Ismael Vitor Idalino, escreve esta coluna semanalmente no Amambai Notícias.

Envie seu Comentário