11/08/2018 20h13

Jovem é assassinado após sequestro e é achado com bilhete colado no corpo

Junto ao corpo os criminosos ainda deixaram um "mensagem de aviso"


Fonte: Adriano Fernandes/CG News

 
Mensagem foi colada ao corpo com uma fita adesiva. (Foto: Amambay Ahora) Mensagem foi colada ao corpo com uma fita adesiva. (Foto: Amambay Ahora)

Após ser sequestrado na cidade paraguaia de Pedro Juan Caballero, na noite de sexta-feira (10), jovem de apenas 20 anos, foi encontrado morto com pés e mãos amarrados, na região do Jardim Aurora, na periferia de Ponta Porã.

Willian David Vilalba Espinosa pilotava uma moto, quando foi levado por quatro homens, armados, em um carro branco, por rua do Jardim Ivone em Pedro Juan. A informação do rapto chegou a circular em diversos grupos de WhatsApp, segundo o site MS em Foco.

Pouco tempo depois, a vítima foi encontrada morta e com sinais de tortura. Colado ao corpo, os criminosos ainda deixaram a mensagem "não roubar os bairros Terraza e Ciudad Nueva", duas das regiões da cidade vizinha, no lado paraguaio da fronteira com Ponta Porã.

A imprensa paraguaia aponta que o crime pode ter sido cometido por "justiceiros" de bairros por onde o jovem ou comparsas possam ter cometido crimes, sendo que o garoto acumulava diversas passagens policiais na fronteira por roubos, furtos e assalto a mão armada.

A mensagem pode ter sido uma espécie de aviso. A Polícia Civil de Ponta Porã investiga o caso com a ajuda da Polícia Nacional do Paraguai.

Envie seu Comentário